Posts recentes

Investigadores da NASA Revelam a Verdade Sobre a Viagem no Tempo & Portais Dimensionais

Stargate-Dimensional-Portal (Cópia)

 

A Física precisa de alguns novos ténis de corrida, ou, pelo menos, um quadro actualizado para entender a si mesma de modo que não corra em círculos na tentativa de chegar a Saturno ou numa estrela distante, numa galáxia muito, muito distante. Esse é o sentimento entre as mais altas chefias do governo, assim como indivíduos que entendem a Consciência superior. Por quê? Há lugares em todo o Universo onde podemos viajar num instante, usando portais energéticos no espaço, bem como através do uso da nossa consciência.

A prova de que existem portais para outros mundos é de fato crescente. Embora a documentação para descrever como isso é feito em preto e branco ainda seja “incompleta”, existe uma pista para aqueles que desejam segui-lo.

Existem indícios literários, bem como provas circunstancias e testemunho de numerosos denunciantes. Considere a toca do coelho de Alice. O tornado em O Feiticeiro de Oz. A Plataforma 9 ¾ em Harry Potter. O ” Portão do Inferno ” no Inferno de Dante. Estes são apenas alguns exemplos.

As civilizações antigas sabiam dos portais não só para outros sistemas estelares, mas também para o interior da terra e, serviam-se de pedras, cristais, pirâmides e outras estruturas alinhadas com as linhas de ley do planeta.

Neste âmbito, podemos olhar para o trabalho de um investigador da NASA que revelou que existem portais para outras dimensões que abrem e fecham todos os dias. Estes portais estão dentro do campo magnético da Terra e, estão numa linha directa com a atmosfera do Sol a 93 milhões de quilómetros de distância.

Embora a NASA ainda não os tenha rotulado como portais e em vez disso, chama-os de Tubos de Boom (Boom Tubes), regiões de difusão de eléctron ou pontos X, o processo de ressonância magnética permite que eles existem. Isto significa que existe uma abertura extraordinária no espaço ou no tempo e, a NASA sabe disso há muito tempo. Esses Atalhos são mencionados na ficção científica e frequentemente rejeitados pelos cientistas reais.

Jack Scudder, um físico plasma da NASA, da universidade de IOWA, refere-se aos pontos-X como:

“Lugares onde o campo magnético da terra se conecta ao campo magnético do sol” esses portais podem ser traiçoeiros, no entanto, se alguém tivesse que os usar para viagens espaciais, teria que ser um perito em Geografia Espacial e matemática para sincronizá-los correctamente.”

Ou, podíamos simplesmente falar com os denunciantes no governo dos EUA. Alguns afirmam que o complexo militar-industrial tem a capacidade de efectuar viagens no tempo através de portais Stargate há mais de 40 anos. Andrew D. Basiago é um antigo participante do projecto DARPA PEGASUS (1968-72) o qual afirma que o exercito desenvolveu um teletransporte com base no acesso quântico de Tesla e viagem no tempo no espaço temporal holográfico, dando assim início  ao programa Americano de Astronautas do tempo-espaço. Basiago afirma ainda que o exercito tem usado tais portais desde os anos 1970. Durante mais de 10 anos, Basiago tem tentado informar o publico em geral que a viagem no tempo através de um portal não é algo de um filme de ficção científica, mas sim uma realidade actual.

Basiago não só fala sobre viagens no tempo em lugares muito longínquos, mas afirma que a CIA possui uma programa de sala de salto para Marte  que permite aos nossos militares construírem bases em Marte. Ele diz que apesar de ter trabalhado com alguns dos principais físicos quânticos, a informação que ele revela é todavia considerada herética pelos físicos convencionais bem como pelos militares.

Basiago afirma ter participado em dois programas militares secretos. Diz ter sido uma das muitas crianças americanas escolhidas para participar nas experiências de viagem no tempo. Os seus relatos do que ele viveu são analisados com lógica e é difícil rejeitar o que ele diz como pura fantasia. Também é, claro, no interesse dos militares dos EUA manter tais tecnologias secretas, visto que podem ser transformadas em armas. Isto não é nenhum segredo, visto que Rumsfeld admitiu que umas das dádivas da investigação realizada no âmbito do Projecto Pegasus consiste na capacidade de usar o teletransporte para enviar tropas num determinado lugar num campo de guerra.

Então, como é que isso acontece?

Isto é igual a pergunta que foi feita no filme Contacto, com Jodie Foster. A astrónoma da vida real e caçadora de vida extraterrestre que inspirou o seu personagem é a Dr Jill Tarter. Quando lhe perguntaram qual foi o motivo pelo seu interesse na busca por vida para além deste planeta ela respondeu:

O relatório Cyclops de 1971 — escrito por Barney Oliver e John Billingham — foi o resultado de uma série de estudos de verão na NASA Ames e Stanford. Ao ler esse relatório deste seminário, fiquei impressionado com a noção que após milénios de perguntar aos sacerdotes e filósofos do que acreditar sobre a vida além da terra, a segunda metade do século XX nos presenteou com algumas ferramentas que permitiu aos cientistas e engenheiros fazer experiências para tentar encontrar a resposta. Os telescópios, ao invés de sistemas de crenças, poderiam potencialmente nos mostrar o que é, ao invés daquilo que os outros dizem que devemos acreditar. Eu percebi que eu estava no lugar certo, na hora certa, com as competências adequadas (Licenciatura em Engenharia Física e Doutorado em Astronomia) para participar dessa exploração. Eu fiquei conectado e, tenho permanecido conectado todos esses anos.

Estamos todos conectados. Isto deve-se porque se na realidade existe vida extraterrestre, então certamente, existem formas de vida são muito mais avançadas (quer a nível de consciência quer tecnológico) do que nós e, estas formas de vida de certeza absoluta podem viajar “num piscar de olhos” sem necessariamente ter vencido a gravidade, as limitações de combustível para foguete, ou até mesmo a escassez de materiais físicos que facilmente não suportariam o calor do sol ou o frio extremo do espaço profundo.

Se as nossas mentes pudessem simplesmente criar a energia de que precisamos para viajar mais de que 9 biliões de anos-luz antes de termos nos mesmos 9 biliões de anos, então a viagem espacial seria muito comum. Talvez até mesmo a nossa altamente desenvolvida intuição entenderia esta estranha matemática  que nos permitiria viajar como uma onda e  de adquirir uma forma material mais convincente do outro lado de Plutão.

Nikola Tesla fez alusão a algo dessa natureza. Ele desenvolveu uma “máquina de teletransporte”, que formava uma “cortina cintilante”

“A energia Radiante é uma forma de energia descoberta por Tesla que é latente e predominante no universo e uma das suas propriedades é a capacidade de dobrar o tempo-espaço” – Andrea Basiago

Passando por esta cortina de energia, Basiago entraria num “túnel Portal” que o enviaria ao seu destino. Outros dispositivos de teletransporte incluíam uma “câmara de confinamento do plasma” em Nova Jersey e uma “sala de salto” em El Segundo, Califórnia. Houve também algum tipo de “tecnologia holográfica”, o que lhes permitiu viajar quer de forma física como virtual”

Contudo, nem sempre foram seguros. Alfred Webre um dos colaboradores de Basiago, recorda uma vez em que uma criança regressou de sua viagem temporal antes das suas pernas. Ele conta: “ele estava a se contorcer de dor, apenas com estacas no lugar das pernas.” De acordo com Webre estes erros, foram eliminados por volta dos anos 40, desde que a experiência teve início.

Se a nossa Consciência precisa apenas acompanhar a materialização da matéria, então tudo é possível, mas temos muito trabalho pela frente antes de fazermos as malas para MACS0647-JD que fica a uns míseros 13,3 biliões de anos-luz de distância. Eu odiaria se esquecesse a minha carteira em Sacramento enquanto a minha energia estivesse a ser catapultada para esta galáxia distante, quanto mais as minhas pernas. De fato, um par de sapatos novos!

Fonte:

http://www.wakingtimes.com/2015/11/04/nasa-researchers-disclose-the-truth-about-time-travel-dimensional-portals/

Anúncios

2 Comments on Investigadores da NASA Revelam a Verdade Sobre a Viagem no Tempo & Portais Dimensionais

  1. Basiago. Ele citou a Camara de Confinamento de Plasma. Entao e` assim que se chama…
    Aparentemente trata-se de uma camara hermeticamente fechada onde uma altissima tensao e` injetada em forma de arco voltaico.
    Suponhamos que exista um objeto metalico dentro dessa camara (segundo consta).
    Esse objeto sera deslocado de sua posicao no corredor tempo-espaco, pois perdera a coesao em relacao a gravidade.
    Imaginemos que a energia circundante seja uma polaridade, a gravidade outra.
    A materia esta contida na vibracao dessas duas polaridades, entao esta `normal`.
    Quando ocorre uma elevacao da energia circundante, semelhante a que ocorre dentro desta camara, o objeto perde o seu lastro gravitacional. E e` lancado no tempo-espaco. Segundo relatos, o objeto metalico e`encontrado distante, onde funde-se a pedra ou metal, onde a energia contida nele se descarregou.

    Liked by 1 person

  2. “Expressionante” como falaria Rosicréia, filósofa do humor do Ceará.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: