Posts recentes

Detida uma mulher vestida de preto por segurar cabeça de criança decapitada próximo da estação de metro de Moscovo

nera

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma mulher vestida de preto e a segurar o que acredita-se ser a cabeça de uma criança decapitada foi presa perto de uma estação de metro em Moscovo. Ela gritava, “Eu sou uma terrorista,” e supostamente ameaçou explodir a si mesma.

De acordo com o LifeNews, a vítima era uma menina, identificada como Nastya M. Após o assassinato, a suspeita foi para uma estação de metro, onde acabou por ser detida por um policia local. Ela imediatamente tirou do seu saco a cabeça cortada da criança e começou a gritar que ela tinha matado a criança. A suspeita está a ser detida pelas autoridades policiais, informou a imprensa russa.

“O fim do mundo está próximo… Eu sou a vossa morte,” pode-se ouvir a mulher a gritar no vídeo divulgado online. “Eu odeio a democracia. Eu sou uma terrorista.”

Ouve-se a mulher a gritar que ela foi “amaldiçoada” e “destruída”“inúmeras vezes”.

Ela gritava “Eu sou o vosso homem-bombaEu vou morrer num segundo“O fim do mundo…

A mulher apareceu perto da estação de metro de Oktyabrskoye Pólo no Noroeste de Moscovo.

nera1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A testemunha ocular de nome Artur Manzhesov disse a RT que ele não acreditava que a cabeça da criança decapitada que a mulher segurava fosse real.

“Eu vi ela a sair com a cabeça nas mãos e pensei, Uau, isso deve ser uma réplica,” disse ele.

O homem diz ter ouvido a autora do crime a gritar: “Allahu Akbar (Deus é grande) … Os russos serão enforcados desta forma. Os russos serão massacrados.”

A mulher estava vestida de preto “como os muçulmanos“, mas o rosto dela estava visível, Manzhesov recordou-se.

“Eu pensei que ela tivesse ficado louca…. Quando eu vi a cabeça comecei a tremer… Vi o rosto da criança e sangue que saia do rosto. “Foi muito assustador, disse ele.

Em seguida o Comité de Investigação da Rússia divulgou um comunicado afirmando que as equipes de resgate encontraram o corpo de uma criança de três ou quatro anos de idade, após a extinção de um incêndio num bloco de apartamentos de Moscovo. Uma investigação preliminar revelou que a suspeita trabalha como ama de aproximadamente 30 anos de idade, e é uma cidadã de um “país da Ásia Central.”

A suspeita esperou até que os pais da criança deixassem o apartamento com uma criança mais velha e depois matou a criança e incendiou o apartamento, disse o Comité de Investigação.

A mãe da criança assassinada foi levada ao hospital inconsciente depois que ela soube da notícia, informou o canal de TV Zvezda da Rússia.

Na segunda-feira de manhã, surgiram relatos de que a polícia havia encontrado o corpo de uma criança sem cabeça enquanto extinguiam um incêndio no apartamento de um bloco de Moscovo. A criança tinha cerca de três ou quatro anos de idade, informou o Interfax, citando fontes.

A mulher, identificada pelo LifeNews como Gulchekhra Bobokulova do Uzbequistão, cometeu o assassinato por causa da traição do marido. De acordo com fontes do LifeNews, ela não conseguiu explicar como a criança estava ligada ao seu marido. A mulher teria sido supostamente drogada, disse uma fonte das autoridades policiais ao Interfax.

As pessoas que se encontravam nas lojas perto do metro Oktyabrskoye Pole foram evacuadas, informou o TASS, acrescentando que a polícia fechou algumas saídas da estação.

Fonte:

https://www.rt.com/news/333928-woman-severed-head-metro/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: