Posts recentes

Implantação de microchips em cães torna-se obrigatório em todo Reino Unido

dog (Cópia)

 

Os donos de cães que não tiverem os seus animais de estimação microchipados podem ter que pagar uma multa de até 500 libras, após a entrada em vigor da nova lei.

Todos os cães na Inglaterra, Escócia e País de Gales, estão legalmente obrigados a serem microchipados ao completarem oito semanas de vida. Esta lei já está em vigor na Irlanda do Norte desde 2012.

Espera-se que com esta medida, mais cães rafeiros ou perdidos possam reagrupar-se com os seus donos.

O governo afirma que um milhão de cães ( cerca de um em cada oito da população canina do Reino Unido) ainda não foram chipados.

Se as autoridades locais encontrarem um cão sem um microchip, os donos terão até 21 dias para cumprir com a lei ou serão multados.

 

Código único

Quando um cão é microchipado, um minúsculo chip do tamanho de um grão de arroz, é inserido sob a pele na parte de trás do seu pescoço, dando-lhe um código exclusivo de 15 dígitos.

Se um cão estiver perdido ou for roubado e for resgatado por um conselho ou por um abrigo de cães, o microchip pode ser lido de modo a verificar os dados de contacto armazenados na base de dados.

Instituições de caridade como a Dogs Trust, algumas autoridades locais e alguns veterinários vão microchipar os cães sem cobrar.

Simon Blackburn, da Associação do Governo Local, disse que a implantação de microchips resolverá o problema da posse “irresponsável” e ajudará os conselhos a economizarem “vastas somas” de dinheiro dos contribuintes, que são gastos cuidando de animais abandonados.

Com este método será mais fácil e mais rápido devolver os cães aos seus donos e poupá-los de terem que pagar taxas para estadias não planeadas em canis, acrescentou.

_89091974_dogtwo

 

Países como a Irlanda do Norte onde a implantação de microchips é obrigatória, registraram uma diminuição no número de cães rafeiros, perdidos e abandonados, afirmou o Departamento para o Ambiente, Alimentação e Assuntos rurais (na sigla em inglês Defra).

A nova lei não irá substituir as exigências atuais para os cães, de usarem coleira e uma etiqueta, com o nome do seu dono e o endereço, sempre que estiverem em lugar público, salientou a Defra.

O Ministro do bem-estar dos animais, George Eustice disse: “Somos uma nação de amantes de cães, e nós queremos garantir que eles estejam seguros”.

“A implantação de microchips nos nossos cães não só voltará a reunir as pessoas com os seus animais de estimação perdidos ou roubados, mas também irá ajudar a combater o problema crescente de cães rafeiros que vagueiam pelas ruas e aliviar a carga colocada nas instituições de caridade para animais e nas autoridades locais”.

 

Cães rafeiros em declínio

No entanto, figuras do Dogs Trust indicam que o número de cães rafeiros no Reino Unido tem vindo a diminuir progressivamente desde 2011.

Estima-se que 102,363 cães rafeiros foram cuidados pelas autoridades locais a partir de abril de 2014, em comparação com 126.000 em 2011-12.

A organização afirma que no ano passado, cerca de metade dos cães perdidos foram devolvidos aos seus donos. Os restantes foram realojados, transferidos para organizações de assistência social ou canis, ou abatidos( 5%).

 

Fonte:

http://www.bbc.com/news/uk-35972480

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: