Posts recentes

Rolls Royce Planeia Criar ‘Navios Fantasmas’ Sem Tripulação Para O Comércio Marítimo (VÍDEO)

ship1

© Rolls-Royce / YouTube

A Rolls Royce está a preparar-se para avançar a todo vapor com os seus planos de criar navios de carga futuristas que podem navegar em águas abertas sem tripulação.

O fabricante Britânico está a trabalhar num projecto em regime de colaboração avaliado em milhões de euros, conhecido como a Iniciativa Avançada de Aplicações Aquáticas Autónomas ( AAWA na sigla em Inglês) para efectuar uma mudança radical no transporte marítimo.

ship2

De acordo com Mikael Makinen, presidente da Rolls Royce Marine, a empresa considera os navios telecomandados como potenciais  factores de mudança e,  prevê que sejam tão “perturbadores” e inovadores quanto os smartphones.

A empresa já está completamente envolvida no comércio marítimo, com um número de navios mercantes, offshore e de pesca entre o seu portefólio de projecto.

Num Relatório Branco descreve-se a visão da Rolls Royce de construir navios cargueiros controlados de forma remota, até ao final da década, Makinen afirma que o “navio inteligente vai revolucionar a paisagem do design e operações dos navios.”

ship3

Isso significa que as rotas marítimas do mundo podem em breve estar ocupadas por frotas de “navios fantasmas” tecnologicamente avançados.

A empresa está actualmente a trabalhar para determinar quanta interacção humana será mantida fora da equação, mas propõe uma mistura, ou “combinação”, de gestão remota terrestre e navegação computadorizada.

Quando se trata de tarefas mais simples, os controladores humanos podem ser autorizados a relaxarem e observarem uma embarcação particular enquanto ela completa a sua jornada. No entanto, a Rolls Royce espera que os operadores humanos assumam o comando para as manobras difíceis.

ship4

“Em alguns casos, como a navegação em mar aberto, o navio pode ser quase totalmente autónomo, enquanto que para algumas partes da viagem será necessário uma estreita supervisão e tomada de decisão, ou até mesmo operação a distância por parte do operador humano”, disse a Rolls Royce.

A tecnologia para grandes navios não tripulados parece estar pronto com uma variedade de modelos a serem testados e preparados para o lançamento.

A Rolls Royce disse que, para certas partes da viagem de um navio, a tripulação irá quase certamente ser necessária, por exemplo o atraque do navio, mas a empresa sugere que os navios são mais do que capazes de completar as viagens, através de uma previa definição  dos pontos de rota.

Os “navios inteligentes” – equipados com comunicações por satélite e sensores climáticos – serão também capazes de efectuar uma acção evasiva de emergência em caso de perigo.

ship5

“Um exemplo de tal evasão poderia ser uma acção automática para manter-se afastado do caminho de um outro navio, mudando a posição ou a velocidade”, diz o relatório branco.

A empresa admite que as preocupações sobre a pirataria e a legislação marítima poderiam potencialmente representar um obstáculo, mas reafirma que “a operação remota e autónoma dos navios, será pelo menos tão seguro quanto os navios existentes.”

Um vídeo produzido pelo fabricante olha para o futuro do “controlo da costa” e mostra uma ponte altamente tecnológica que se parece com o conjunto de filmes de ficção cientifica.

Fonte:

https://www.rt.com/viral/348619-rolls-royce-remote-ships/?utm_source=browser&utm_medium=aplication_chrome&utm_campaign=chrome

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: