Posts recentes

UE Quer Classificar Os Robôs Como “Pessoas Electrónicas”

human_robot

Actualmente, a inteligência artificial está longe de ser tão consciente ou competente quanto um ser humano. Bolas! até mesmo os mais poderosos supercomputadores não têm a consciência de um pequeno animal. Nós nem sequer sabemos se os computadores são capazes de alcançar a consciência rudimentar. Mas isso não impediu a União Europeia de propor uma lei que classificasse os robôs como “pessoas electrónicas.”

Foi apresentada recentemente uma moção no parlamento da EU, para pedir à Comissão Europeia que considerasse que “pelo menos os robôs autónomos mais sofisticados pudessem ter estatuto de pessoas electrónicas com direitos e obrigações específicas.” O motivo para esta ideia, no entanto, não tem nada a ver com o estabelecimento de direitos para as máquinas que um dia podem ou não tornar-se sensíveis, mas tem a ver com dinheiro.

A UE teme que a automação se espalhe e, deixe mais pessoas sem emprego. E claro que isso, significa que menos dinheiro dos impostos irá para os cofres do governo. O plano obrigaria as empresas a declararem quanto dinheiro economizaram ao substituir os humanos pelos robôs, que determinaria a quantidade de dinheiro que teriam que contribuir para os cofres da segurança social. Em outras palavras, a UE quer que as empresas paguem a segurança social para os robôs, daí a razão pela qual eles precisam que os robôs sejam classificados como “pessoas electrónicas.”

Obviamente, isso não faz sentido. Imagine se após o tractor ter sido inventado, os agricultores tivessem que pagar um imposto de renda em nome do tractor, a fim de compensar todos os trabalhadores de campo que foram demitidos. Ou se após o computador ter sido inventado, os escritórios tivessem que continuar a pagar a segurança social para os arquivistas que foram demitidos. Ou use qualquer dispositivo que reduz a necessidade de mão de-obra que já foi inventado para este cenário e, vê se ainda faz sentido. Mesmo se no futuro os robôs forem tão inteligente e consciente, quanto os seres humanos, ainda assim não faria sentido, porque nesse caso eles poderiam exigir salários e, teriam que pagar impostos como o resto de nós.

Isso não faz nenhum sentido, porque tudo o que esta política fará, será subsidiar o trabalho humano que já não é necessário. Isso irá forçar os custos supérfluos nas empresas privadas e, eliminar a sua vantagem competitiva no mercado global.

Isso é um facto, os robôs podem ser assustadores, visto que não podemos imaginar que tipos de postos de trabalho vão substituir os que são eliminados pela automação, mas esses são os mesmos receios que tivemos durante gerações. A humanidade não só resistiu mais de dois séculos desde a revolução industrial, mas têm prosperado na sequência de onda após onda de novas invenções para poupar o trabalho. Desta vez não será diferente.

 

Fonte:

http://www.activistpost.com/2016/06/eu-wants-to-redefine-robots-as-electronic-persons.html

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: