Posts recentes

Questionando o Golpe de Estado Turco

turkey_intel (Copiar)

Como os leitores devem saber, eu geralmente não exploro ideias de bandeiras falsas e argumentos similares. Não é que não ache que as bandeiras falsas não existem, é que não faço disso a minha pesquisa. No entanto, as informações em torno da tentativa de golpe de estado tornam-se cada vez mais interessantes e desconcertantes, certos eventos e ocorrências não fazem sentido.

1. De acordo com a agência de notícias Reuters, os aviões daqueles a favor do golpe de estado tinham na sua mira o avião presidencial de Erdogan, mas não o abateram. Especificamente a Reuters noticiou que “No auge da tentativa de derrubar o presidente Turco Tayyip Erdogan, os pilotos rebeldes dos dois caças F-16 tinham na mira o avião do Erdogan. E ainda assim o avião prosseguiu a sua viagem, a Reuters citou um oficial militar Turco dizendo que “Pelo menos dois caças F-16 assediaram o avião do Erdogan, enquanto ele estava no ar e em rota para Istambul. Eles mantiveram os seus radares no seu avião e em outros dois caças F-16 que o protegiam”. [1]

Por que terias o Presidente na tua mira e não dispararias? Se esta é uma tentativa de golpe sério, uma das primeiras coisas que se faz, é a captura ou a morte de um líder.

2. Foi relatado em 17 de Julho de 2016 que, devido à tentativa de golpe, mais de 2.700 juízes foram demitidos, juntamente com vários membros do próprio conselho. [2] Isso é uma grande quantidade de juízes e parece muito estranho que o golpe tenha sido primeiro divulgado em 16 de Julho de 2016 [3] e, literalmente um dia depois mais de 2.000 juízes foram demitidos.

Isto é ainda mais apoiado pelo Comissário da UE Johannes Hahn, que está a tratar do pedido de adesão da Turquia à UE. Ele disse que o rápido reagrupar de juízes e outros, indica que a lista foi feita com muita antecedência. [4]

3. Os golpistas não tinham apoiantes na mídia e fizeram um péssimo trabalho em desligar as comunicações e promover a sua própria agenda através da televisão e da Internet. Isso é um tipo especial de incompetência.

4. Esta não é a primeira vez que se tenta um golpe contra Erodgan. Houve uma suposta tentativa em 2010 [5], a qual Erdogan respondeu com mudanças constitucionais, algumas das quais envolveram as forças armadas. Especificamente, os artigos 145, 156 e 157 permitiu que “Os Crimes contra a Segurança do Estado e da Ordem Constitucional, supostamente cometidos por militares não fossem julgados em tribunais militares, mas em tribunais civis.” Isso realmente funcionou a favor de Erdogan visto que os artigos 146, 147, 148, 149 fizeram alterações nos Tribunais Constitucionais de modo que “o Parlamento, o Presidente, o Conselho do Ensino Superior teriam poderes para nomear os juízes para o Tribunal” e “os generais de alta patente serão julgados por delitos relacionados às suas funções por parte do Tribunal Constitucional”. [6]

Assim, visto que Erdogan e o seu Partido da Justiça e Desenvolvimento ( AKP ) controlam o Parlamento nessa altura (e actualmente com a regra da maioria, devido às eleições ganhas em 2015 [7] ), os juízes nas Cortes Constitucionais seriam escolhidos pessoalmente pelo presidente e pelos seus aliados do partido e, portanto, poderia muito bem emitir decisões que punissem duramente quaisquer desses oficiais militares que planeassem um golpe ou participassem numa tentativa de golpe.

Agora, o Presidente tentou dar a culpa a Fethullah Gulen, que está em exílio auto-imposto, tendo deixado a Turquia para os EUA em 1990, durante o aumento da acção legal contra os islamitas. Gulen lidera o movimento Hizmet “uma marca pró-ocidental moderada do Islão sunita que atrai muitos Turcos bem educados e qualificados” [8] e estabeleceu uma série de ONGs, famosas por ajudarem a abordar uma série de problemas sociais Turcos.

No passado recente, houve conflitos na Turquia entre os apoiantes de Gulen e Erdogan dentro da burocracia estatal. No final de 2013, “a polícia e as autoridades judiciais leiais ao Sr. Gulen realizaram manifestação anti-corrupção contra as pessoas próximas de Erdogan, atacando um dos seus filhos, assim como vários ministros”, mas no ano seguinte, Erdogan contra-atacou duramente, “Livrando-se de milhares de agentes policiais, promotores e juízes, suspeitos de estarem ligados ao Sr. Gulen.” [9] Assim, há alguma base para que se suspeite dele. No entanto, apenas dez por cento da população da Turquia, ou cerca de 7,5 milhões de pessoas [10] , são apoiantes de Gulen. Também deve-se notar que este foi um golpe militar e os militares tem sido historicamente os aplicadores da regra secular. [11] Assim, é bastante discutível se os Gulenistas estão por trás da tentativa de golpe.

A tentativa de golpe ajudaria Erdogan, que tem tentado por algum tempo em consolidar o seu próprio poder [12] devido a sua recente baixa popularidade [13], uma vez que lhe permitiria ganhar ainda mais poder e manter o seu controlo sobre o Estado.

Tem surgido cada vez mais informações e no final do dia, só o tempo dirá se o golpe foi uma bandeira falsa ou não; no entanto, seria sensato permanecer céptico do que virá do governo Turco e estar atento.

Fonte:

Questioning the Turkish Coup

Notas finais:

[1] Orhan Coskun, Humeyra Palmuk, “At height of Turkey coup bid, rebel jets had Erdogan’s plane in their sights,” Reuters, July 18, 2016 (http://www.reuters.com/article/us-turkey-security-plot-insight-idUSKCN0ZX0Q9)

[2] Harry Cockburn, “Turkey coup: 2,700 judges removed from duty following failed overthrow attempt,” The Independent, July 17, 2016 (http://www.independent.co.uk/news/world/europe/turkey-coup-latest-news-erdogan-istanbul-judges-removed-from-duty-failed-government-overthrow-a7140661.html)

[3] Haaretz, Erdogan Arrives in Istanbul as Turkish Military Coup Crumbles,http://www.haaretz.com/middle-east-news/turkey/1.731225 (July 16, 2016)

[4] Reuters, Turkey govt seemed to have lists of arrests prepared- EU’s Hahn,https://www.yahoo.com/news/turkey-govt-seemed-list-arrests-prepared-eus-hahn-061434174.html (July 18, 2016)

[5] NBC News, 52 Turkish commanders held in coup plot,http://www.nbcnews.com/id/35526156/ns/world_news-europe/t/turkish-commanders-held-coup-plot/#.V42IWDX9Dm4 (February 22, 2010)

[6] Reuters, Factbox: Turkey’s constitutional amendments,http://www.reuters.com/article/us-turkey-referendum-articles-idUSTRE68B28B20100912 (September 12, 2010)

[7] Hurriyet Daily News, Turkey’s AKP makes strong comeback, wins enough seats for single party rule, http://www.hurriyetdailynews.com/turkeys-akp-makes-strong-comeback-wins-enough-seats-for-single-party-rule.aspx?pageID=238&nID=90603&NewsCatID=338 (November 1, 2015)

[8] Amy La Porte, Gui Tuysuz, Ivan Watson, “Who Is Fethullah Gulen, the man blamed for the coup attempt in Turkey?” Reuters, July 16, 2016 (http://www.cnn.com/2016/07/16/middleeast/fethullah-gulen-profile/)

[9] Financial Times, Who Is Fethullah Gulen?https://next.ft.com/content/63cae764-1332-33dc-8b80-e7bab90c910c(July 16, 2016)

[10] Olivia Goldhill, “Turkey threatens war on ‘any country’ supporting exiled Gulen- like US,” Quartz, July 16, 2016 (http://qz.com/734174/turkey-threatens-war-on-any-country-supporting-exiled-cleric-gulen-like-the-us/)

[11] Janine Zacharia, “In Turkey, military’s power over secular democracy slips,” Washington Post, April 11, 2010 (http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/content/article/2010/04/10/AR2010041002860.html)

[12] Semih Idiz, “Erdogan continues to consolidate power,” Al Monitor, December 16, 2014 (http://www.al-monitor.com/pulse/originals/2014/12/turkey-erdogan-consolidate-his-power-gulen-movement.html)

[13] Press TV, Most Turks hold negative view of Erdogan:Poll,http://www.presstv.com/Detail/2015/10/21/434349/Turkey-Erdogan-Pew-AKP-Syria-Iraq (October 21, 2015)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: