Posts recentes

Escócia Está a Construir a Primeira Usina de Energia Das Marés do Mundo – Poderá Abastecer 175.000 Casas

underwater-ocean-copiar

“A primeira usina em grande escala de energia das marés do mundo” está a ser construída ao largo da costa da Escócia e, espera-se que comece a produzir energia em 2017.

Quando for concluído, o Projecto MeyGen produzirá energia suficiente para iluminar 175.000 casas escocesas e, pode vir a incluir a construção de até 269 turbinas submarinas – das quais as primeiras quatro devem ser concluídas até o final do ano.

O potencial de geração de energia das marés da Escócia

O Projecto MeyGen, desenvolvido pelo Atlantis Resources, usa o poder das marés para gerar electricidade. Grandes turbinas submarinas são movidas pela força das marés – a área de Pentland Firth ao largo da costa da Escócia, onde o projecto está a ser construído é o lar de algumas das marés mais “valiosas” do mundo, em termos de potencial de geração de energia.

A energia das marés tem algumas vantagens sobre a energia eólica; é uma fonte consistente e fiável de energia e as turbinas de marés permanecem escondidas debaixo das ondas. As turbinas de marés também são menores do que as turbinas eólicas, graças à maior densidade da água em relação ao ar.

Do Business Insider:

“De acordo com a Atlantis Resources, as turbinas podem ser muito menores, porque a água do mar é aproximadamente 800 vezes mais densa do que o ar. Isso significa que o movimento de uma corrente em movimento a uma velocidade de 5 nós (o equivalente a cerca de 5,75 mph) é tão forte que, na verdade, tem mais energia do que um vento de 217 milhas por hora.

“E uma vez que as marés estão correlacionadas com a lua e, portanto, são altamente previsíveis, a quantidade de energia que pode ser produzida por turbinas subaquáticas num determinado local é mais constante, confiável e mais fácil de estimar do que a energia eólica.”

Após os primeiros quatro turbinas estiverem prontas, serão construídas mais quatro na segunda fase do projecto. Em seguida, serão adicionadas outras 53 e, as restantes 208 serão construídas numa data posterior. Todo o projeto está previsto para ser concluída até o início do ano 2020.

Prós e contras da energia das marés

Tal como acontece com qualquer fonte de energia – “ecológica” ou não – existem prós e contras.

A energia das marés é de fato renovável e confiável. Independentemente do tempo, as marés são previsíveis e constantes, ao contrário da energia solar que se baseia em dias de sol.

E, como mencionado acima, as turbinas de marés ocupam menos espaço e permanecem escondidas.

No entanto, uma das desvantagens da energia das marés é o custo. Dado que tem havido pouco desenvolvimento no campo até agora, a despesa de construção e manutenção de sistemas de turbina de marés é relativamente alta.

Outra crítica levantada contra o uso da energia das marés é que ela é limitada apenas para as regiões costeiras; ela não beneficiaria aqueles que vivem no interior.

Mas talvez a maior preocupação de todas é o impacto potencialmente negativo na vida marinha. As lâminas e turbinas abertas podem prejudicar os peixes e outras espécies marinhas. Os habitats podem ser perturbados ou destruídos e, os padrões de migração também podem ser afectados.

Apesar de um estudo de impacto ambiental de quatro anos e um “programa contínuo de monitorização da vida marinha” previstas para o Projecto MeyGen, ainda não está claro que tipo de impacto a longo prazo terá realmente o projecto na vida marinha na área.

Projectos de energia sustentável como este, certamente parecem ter potencial, mas a energia “verde” não vem sem as suas desvantagens e questões ambientais – pelo menos nesta fase do jogo.

É importante compreender que, embora nós precisamos diminuir a nossa dependência dos combustíveis fósseis, a energia renovável ainda não atingiu o ponto onde pode substituir os combustíveis fósseis assim como a energia nuclear.

Mais investigações e desenvolvimento poderá criar a tecnologia de energia renovável que irá realmente revolucionar a forma como usamos a energia no mundo, mas de momento, toda forma de energia ainda vem com um preço.

 

 

Fonte:

http://www.naturalnews.com/055733_renewable_energy_tidal_Scotland.html

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: