Posts recentes

Adolescente Espancado Até a Morte Durante Sessão de Aconselhamento na Igreja, Pastora Declarada Culpada

transferir-copiar

UTICA, N.Y. – A pastora de uma pequena igreja, onde dois irmãos foram espancados por várias horas durante uma sessão de aconselhamento, foi declarada culpada na Sexta-feira por homicídio e agressão.

Três outros membros da igreja admitiram as acusações menos graves por terem participado nos espancamentos durante a noite inteira, que matou Lucas Leonard, de 19 anos e, deixou ferido Christopher Leonard, de 17 anos, em Outubro do ano passado.

A pastora da Igreja Word of Life Christian, Tiffanie Irwin, o seu irmão Joseph Irwin, mãe, filho, membros da igreja Linda Morey e David Morey foram os últimos de nove pessoas acusadas de terem participado no ataque, que os investigadores dizem ter acontecido depois que os irmãos discutiram enquanto deixavam a congregação. Joseph Irwin e os irmaos Morey declararam-se culpados da agressão.

Scott McNamara Procurador Distrital do Condado de Oneida chamou o caso de “Uma Terrível Tragédia”.

“Só espero que Luke descanse em paz, Chris pode continuar com a sua vida,” disse McNamara.

Os pais das vítimas, a meia-irmã, a mãe da pastora e um segundo irmão, estavam entre os acusados, depois de membros da igreja secreta levaram o corpo ensanguentado de Lucas Leonard para um hospital, onde os médicos inicialmente pensaram que ele tinha sido baleado. As autoridades encontraram mais tarde o seu irmão gravemente ferido ainda dentro do edifício da escola de New Hartford que abrigava a Igreja e o espaço de convivência para os seus líderes.

Christopher Leonard testemunhou numa audiência anterior que Tiffanie Irwin pediu a sua família e algumas outras pessoas que ficassem para uma reunião, após um Domingo de serviço de oito horas em Outubro passado.

Ao longo das próximas 14 horas, segundo ele, ele e o seu irmão foram golpeados nos seus torsos e genitais com um fio eléctrico.

McNamara disse que os irmãos foram ordenados durante o espancamento a arrependerem-se de uma variedade de pecados, incluindo o uso de um boneco de vudu. A polícia disse que não havia nenhuma evidência para apoiar a reivindicação de que a sua meia-irmã, Sarah Ferguson, tinha molestado os seus filhos.

Ferguson foi condenado por homicídio e agressão, após um julgamento sem júri em Julho. O único réu a recusar um acordo judicial, foi condenado no mês passado a 25 anos de prisão.

Os pais das vítimas, Deborah e Bruce Leonard, foram declarados culpados da agressão. A matriarca da igreja, Traci Irwin e, o seu filho Daniel Irwin, um diácono, admitiram as acusações de detenção ilegal.

A sentença está marcada para Dezembro e Janeiro.

 

Fonte:

http://globalnews.ca/news/3019321/teen-beaten-to-death-at-church-counselling-session-pastor-pleads-guilty/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: