Posts recentes

Faça de 2017 o Seu Primeiro Ano de Abundância Real

visionary-abundance-copiar

Quando vivemos num sistema baseado em escassez, é fácil acreditar que ter abundância é quase impossível, mas isso deve-se porque provavelmente temos uma ideia errada do que significa uma verdadeira abundância.

As ideologias que dominam a nossa paisagem social (particularmente da forma operacional) desviaram a nossa visão colectiva sobre o que é importante e o que não é. Por exemplo, a nossa cultura materialista, que foi enganada pela filosofia pop desmascarada que usava o mesmo nome, gerou uma infinidade de questões que distraíram as massas de se alinharem com a lei natural, os valores divinos e a sua verdadeira natureza.

Simplesmente, uma enorme proporção da população está em constante estado de sofrimento, causado por uma combinação complexa de estilos de vida auto-abusivos, bem como os desafios gerais de viver dentro da era actual.

Esses estados problemáticos de viver incluem, mas não estão limitados a:

  • Escravidão através da dívida;
  • Vaidade e obsessão com a própria imagem;
  • Lutar para sobreviver;
  • Pobreza entre gerações;
  • Pobreza da mente e do coração;
  • Vício pelo açúcar, alimentos escassos em termos de nutrição, jogos de azar, drogas legais e ilegais, etc.
  • Fixações obsessivas pela vida de outras pessoas, incluindo celebridades;
  • Insalubres concorrência uns com os outros;
  • Ganância e um senso de direito desequilibrado;
  • Um escasso sentido de altruísmo;
  • Uma profunda ignorância de como funciona a realidade;
  • A busca por falso poder (controlo sobre os outros); e
  • Pobre saúde física, emocional, psicológica, filosófica, comportamental, social, relacionamento, criativa e espiritual.

Agora, é claro, todas essas doenças individuais e sociais são um resultado directo ou altamente influenciado pela corporatocracia que existe hoje. O estado profundo e a sua estrutura oligárquica sequestraram o sistema com quatro métodos primários de controlo, chamados de os 4M (Money, Media, Medicine, Management). Estes são Dinheiro, Imprensa, Medicina (incluindo alimentos) e Controlo (educação e governo).

Essencialmente, temos uma classe dominante como sempre tivemos, no entanto,  para governarem eles têm que fazê-lo nas sombras, caso contrário, haveria uma revolta como a humanidade nunca antes viu.

Felizmente os meios de comunicação independentes e os  seus pesquisadores associados, junto com as pessoas mais conscientes em geral, fizeram um forte progresso na expansão da consciência de uma cidadania muito ignorante e apática. De forma lenta mas segura, a verdade sobre o nosso mundo doentio e distorcido está a abrir portas a compreensão de um maior número de pessoas, levando a um ponto de inflexão onde será conhecimento comum dentro da consciência colectiva da humanidade.

É por isso que os controladores da imprensa de propaganda estão nervosos, o que resultou na circulação de memes de notícias falsas para confundir ainda mais a sociedade que já está muito atordoada pela imprensa.

No entanto, independentemente dessa ditadura enganosa e da toxicidade que desencadeou em nossas comunidades locais, as nossas famílias e nós mesmos, nunca na nossa assim chamada história “civilizada” tivemos essa oportunidade de sermos livres. Esta é a primeira vez que o acesso à informação disponível é praticamente ilimitada, por isso, com a decisão certa, podemos informar-nos adequadamente sobre o que é verdadeiramente saudável e benéfico para a nossa existência e, em seguida, traduzir essa educação em acção.

O problema é, naturalmente, que temos que escolher esse caminho com persistência. Visto que a alternativa está a ser submetida a muitas questões que vemos em abundância hoje, é realmente uma decisão fácil.

Então, por que não há mais pessoas que escolhem viver autenticamente? Existe provavelmente vária razões quanto existem pessoas, mas pode ser geralmente capturado através de conceitos de “mentalidade de rebanho”, “dissonância cognitiva”, “trauma”, “síndrome de Estocolmo”, “lavagem cerebral” e “preguiça”. Em resumo, a maioria das pessoas simplesmente não entendem que podem realmente viver uma vida verdadeiramente abundante, se simplesmente assim o quiserem.

O modelo consumista em que nascemos no Mundo Ocidental tem distraído a maioria das pessoas de sequer contemplá-lo, mesmo que sofram continuamente causando uma permanente crise existencial. Isso é porque nós fomos programados desde cedo para acreditar que precisamos de muito dinheiro para viver uma vida abundante e, para isso precisamos de uma carreira de sucesso, onde temos que competir uns com os outros para a escassa oferta de dinheiro.

Ou isso, ou arranje um/uma amante velho(a) e rico(a).

Além disso, toda esta competitividade insalubre significa que poderíamos ganhar em um nível, mas a que custo? Para começar, é sempre em detrimento de outra pessoa, abrindo uma caixa de Pandora de interacções sociais sem valor e justificações para o comportamento que contradiz a regra de ouro. Então, é claro que provavelmente vai sacrificar o nosso tempo, energia, saúde e às vezes até mesmo o nosso batimento cardíaco apenas para continuar na corrida com os ratos.

E mesmo se chegarmos à aposentadoria, uma quantidade anómala de pessoas morrerá logo depois. Isto é mais provável devido a uma perda num sentido de propósito, então a mente subconsciente desliga-se, porque não sabe o que fazer com ela mesma e, / ou com o stress acumulado de todos aqueles anos cansativos finalmente lava o corpo, provocando a sua queda.

De qualquer forma, é inevitável que precisamos de dinheiro para sobreviver, então o objectivo deve ser encontrar uma maneira saudável, feliz e criativa para adquiri-lo.

Voltando ao tema principal da história; O que é abundância?

Do ponto de vista do sistema social, em vez de lutar para sobreviver, vivemos para prosperar. Isso só pode ser alcançado se formos além de um modelo monetário baseado na escassez de modo que todas as necessidades básicas da humanidade sejam fornecidas por um sistema operacional descentralizado e baseado na comunidade. Um nome para isso é a economia baseada em recursos, onde uma abordagem anarquista sem autoridade pode reinar de forma suprema.

Isso parece ser inevitável de qualquer maneira, porque muitos trabalhos que actualmente exigem que os seres humanos executem, em breve serão executados por computadores, máquinas e / ou robôs. Quer gostes ou não, esta é a era em que vivemos agora, para que não haja trabalho suficiente para todos.

Agora, claro que isso não significa que não precisamos contribuir em nada, porque sempre haverá uma necessidade de gestão de relacionamento, esforço criativo e outros serviços. A diferença é que a forma como damos a nossa comunidade pode ser principalmente significativa, baseada em força, versatilidade e tempo justo.

Além disso, a tecnologia não é uma coisa ruim de modo algum; Desde a primeira ferramenta para criar fogo até aos avanços que temos hoje, a tecnologia pode tornar as nossas vidas mais fáceis e mais proveitosas se for usada adequadamente. Portanto, libertar os seres humanos do trabalho escravo e das existências quotidianas mundanas, para que as actividades intencionais movidas pela paixão e pela criatividade possam fluir livremente, é claramente uma sábia manobra para o futuro.

No entanto, para fazer isso com respeito e justiça para os nossos sistemas naturais, é necessário haver uma mudança substancial na percepção colectiva do que significa viver uma vida abundante. Em vez de uma abundância de bens tangíveis, que irá aumentar o consumo actual dos nossos recursos planetários numa taxa altamente insustentável, precisamos nos concentrar na abundância de bens intangíveis.

Para ilustrar isso, o melhor exemplo seria o oposto da questão final mencionada acima, o que significa que, para viver verdadeiramente uma existência abundante, precisamos de uma rica tapeçaria de aspectos físicos, emocionais, psicológicos, filosóficos, comportamentais, sociais, relacionais, criativos e saúde espiritual. Claro que para conseguir isso é necessário ter alimentos altamente saudáveis, medicina e outros fundamentos da vida, mas, finalmente, não há nenhum substituto material para qualquer um desses aspectos para a vida humana.

No próximo artigo, vamos descompactar o que isso parece. Como um aviso, porém, é mais fácil e mais desafiador daquilo que acreditamos.

Assim, na medida que entramos no ano 2017 onde a toxicidade interna e externa corre desenfreada através da nossa sociedade global, faça disso a sua agenda ou seja, ser um verdadeiro líder para si mesmo – bem como um verdadeiro rebelde para o sistema -, fornecendo uma abundância de saúde para a sua mente, corpo e espírito. Afinal, ninguém vai fazer isso por você, a não ser tu mesmo.

E você nunca vai parar de agradecer a si mesmo.

Fonte:

http://www.wakingtimes.com/2016/12/27/make-2017-first-year-real-abundance/

***********************************************************************

transferir Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Anúncios

1 Comment on Faça de 2017 o Seu Primeiro Ano de Abundância Real

  1. Excelente artigo. Concordo plenamente que usando a nossa criatividade afim de ajudar o nosso entorno, colocamos-nos em ressonância com aquilo que somos realmente e acredito que dai vem a verdadeira abundância.

    Obrigado por compartilhar.

    Luz em extensão a todos.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: