Posts recentes

Imitação de Contacto Extraterrestre… Por Entidades Ocultas

contact59_01

Muito do que sabemos sobre os extraterrestres vem daquilo que os próprios abduzidos e contactados relatam.

Somente quando tal informação é factual e relevante é que podem-se obter conclusões significativas. Memórias fabricadas, alucinações e memórias de ecrã obscurecem a verdade e, por tanto existem vários protocolos que servem para melhorar a relação do sinal-ruído

Estes incluem vários relatos de testemunhas oculares que se correlacionam bem como o uso de técnicas de regressão hipnótica, para contornar os bloqueios de memória e memórias de ecrã, instalados pelos abdutores.

No entanto, existe uma outra fonte de ruído, que geralmente não é muito conhecida, mas potencialmente generalizada, que é a imitação de contacto extraterrestre por entidades não-alienígenas de natureza oculta.

Através de meios telepáticos, as entidades ocultas têm a capacidade de gerar alucinações controladas nas mentes das suas vítimas para remodelar as suas crenças e controlar o seu comportamento.

  • O que são entidades ocultas (EO)?

São seres não-físicos bem conhecidos pelos caçadores de fantasmas, exorcistas, demonologistas e, ocultistas; eles são o que poderíamos chamar de,

  • Fantasmas
  • Demónios
  • Espíritos
  • Povo da sombra
  • Entidades do plano astral inferior
  • Formas de pensamento

A sua capacidade de induzir alucinações guiadas nas pessoas mais vulneráveis, significa que eles podem projectar qualquer cenário e personagens que eles desejam.

Se a vítima for passível à manipulação através de uma história alienígena, então isso é o que é usado.

Estas entidades ocultas podem facilmente disfarçar-se de,

  • Mestres Ascensionados
  • Arcanjos
  • Guias espirituais
  • Espíritos humanos falecidos

Isso não quer dizer que os últimos sejam todos uma farsa, só que as EO podem imitá-los em diferentes graus.

Então, a preocupação é que alguns indivíduos que reivindicam ter tido contacto extraterrestre, podem estar em vez disso sob a influência de uma ou mais entidades ocultas (EO), alimentando-os com falsas experiências. Visto que tais entidades podem parecer ser entidades sãs e não mostram sinais de fabricação intencional, isso faz com que a pessoa assuma que o contacto seja genuíno e contribui para a nossa compreensão da presença extraterrestre.

Para evitar que isso contamine a nossa bagagem de conhecimentos, devemos desenvolver uma compreensão das entidades ocultas assim como das suas habilidades, limitações, métodos de operação e possíveis motivações, comparar e contrastar com as dos extraterrestre.

Naturalmente, este conceito vai contra a ideia simplista de que os extraterrestres sejam apenas demónios disfarçados, ou que os demónios da mitologia eram apenas extraterrestres. Não é tão simples assim. As pessoas que sofreram tanto com a actividade oculta e alienígena são capazes de notar ao longo do tempo as várias nuances que diferenciam um do outro; tanto as entidades extraterrestres bem como as entidades ocultas (OE) existem em categorias distintas.

Embora grande parte possa ser deduzida a partir da observação pessoal, o contexto para a compreensão mais profunda só pode ser fornecido se mergulharmos na literatura existente sobre,

  • Ufologia
  • Demonologia
  • Metafísica
  • Forteana
  • Teoria ocultista

Quanto mais pontos forem ligados, mais clara fica a imagem.

Para tal, pesquisei esses e outros assuntos relacionados por mais de duas décadas e corresponderam com milhares de contactados que tiveram a amabilidade de privadamente compartilhar comigo as suas experiências anómalas.

Sendo eu mesmo um abduzido e tendo lidado com fenómenos paranormais desde a infância, pude verificar ou confirmar pessoalmente muito do que ouvi de outras pessoas ou daquilo que li na literatura.

O que se segue é uma síntese desse esforço.

contact59_02_small

Definições

Neste artigo, “alienígena” engloba o inteiro grupo de seres inteligentes e tecnologicamente sofisticados como,

  • Extraterrestre
  • Interdimensional
  • Humanoides viajante do tempo,

… que são estranhos à nossa civilização.

Alguns parecem ser físicos como nós, enquanto outros são quase-físicos em que normalmente existem numa meta-realidade superior para além da terceira dimensão do espaço e do tempo linear e se projectam para a nossa realidade, conforme necessário.

Através de uma combinação de tecnologia e poder mental eles são capazes de,

  • Desafiar a gravidade e a inércia
  • Alterar o ritmo do tempo local
  • Criar estruturas que tenham um volume interno maior do que se vê por fora
  • Deslocamento de objectos sólidos para permitir a passagem através da matéria sólida ou coexistência dentro da matéria sólida
  • Criar buracos de minhoca entre os locais

Muitos também podem,

  • Ler os pensamentos dos humanos
  • Comunicar telepaticamente
  • Ver possíveis futuros com grande precisão

O termo “entidades ocultas” (EO) refere-se as inteligências não-alienígenas autónomas que não possuem corpos físicos.

Para os fins deste artigo, o caso é limitado aos tipos mais malévolos ou perniciosos, incluindo:

  • Fantasmas sombrios, que são seres humanos mortos de uma disposição hostil que mantêm-se perto do plano físico depois da morte.
  • Formas-pensamento ou parasitas etéricos, que são construções rudimentares, geradas no plano etérico por intensas emoções e pensamentos humanos e, assim como os sanguessugas procuram mais do mesmo alimento que os criou.
  • Demónios, que são particularmente entidades cruéis que consistem de um conglomerado de poderosas formas-pensamento, parasitas e desencarnados humanos ou alienígenas degenerados.

As Entidades Ocultas existem em reinos não físicos chamados pelos ocultistas de plano “etérico” e “astral”.

  • O plano etérico é uma fronteira entre o físico e o metafísico. É um meio de energia subtil que permeia, está subjacente, reflecte e, contém o universo físico. Não só contêm cópias etéricas de objectos físicos, ancorados no espaço e no tempo para esses objectos, mas também contém entidades etéricas e construções que não têm equivalentes físicos.
  • O plano astral, por outro lado, é um plano totalmente metafísico de consciência que tem pouca correspondência com locais em nosso continuum espaço-tempo.

Como seres humanos, não temos apenas um corpo físico, mas temos também corpos etéricos e astrais. Estes últimos juntos compõem a alma.

As Entidades Ocultas mais sensíveis vivem no plano astral no seu estado nativo, enfraquecido ou dormente. Lá, eles podem nos afectar mentalmente e emocionalmente porque o nosso corpo astral estende-se até o plano astral.

Se uma EO também adquirisse energia etérica suficiente, então seria capaz de condensar para si mesma, um corpo etérico e habitar num ambiente etérico, o que significa que, em seguida, estabeleceria uma presença localizada perto do plano físico. E se reunisse ainda mais energia, ela poderia até começar a afectar as coisas fisicamente, como pode ser visto no fenómeno poltergeist.

Mas, se a EO enfraquecer, ela perde o controlo sobre a fisicalidade e volta a materializar-se  no plano astral.

Ao contrário do plano astral não-físico das EO, a meta-realidade habitada por alienígenas parece ser um estado mais vibrante e flexível da fisicalidade, com graus de liberdade desconhecidos para nós. Na meta-realidade, eles também têm acesso perceptual e tecnológico ao plano etérico, podendo realizar engenharia físico-etérica, o que lhes permite alterar os fundamentos etéricos da fisicalidade, a fim de manipular as leis da física no nível quântico.

Os extraterrestres têm a capacidade de materializar os seus corpos físicos no nosso plano físico e suficientemente para o etérico, de tal forma que somos incapazes de vê-los com os nossos cinco sentidos. Se tivessem que entrar num estado fora-do-corpo, em seguida, vendo através dos olhos etéricos em vez do físico, seria possível vermos os extraterrestres materializados bem como  as EO etéricas.

Tendo agora discutido a natureza básica dos extraterrestres e das EO, vamos dar uma olhada como eles se comparam.

Comparação Entre Extraterrestres e Entidades Ocultas

Assim como os seres humanos, a maioria dos alienígenas têm corpos tangíveis que requer protecção e manutenção e, portanto também necessitam de abrigo, transporte, roupa e tecnologia.

Não é nenhuma surpresa, que os extraterrestres são conhecidos por terem,

  • Bases
  • Naves
  • Uniformes
  • Diversas tecnologias com base em ciências avançadas

As EO desencarnadas, por outro lado, têm apenas o crescimento e diminuição dos seus corpos de energia subtil para se preocupar e, assim eles preocupam-se em roubar energias etéricas e astral dos vivos, para manter a sua própria forma.

As EO não precisam de roupas especiais, bases subterrâneas, naves espaciais, ou uma série de tecnologias para realizar a sua agenda. Em vez disso, eles operam mais através de princípios ocultos, mágicos ou metafísicos.

Se as EO alguma vez exibirem roupas, eles tendem a parecer serem humanos malévolos desencarnados, projectando simbolicamente silhuetas de itens humanos, como chapéus, capas e casacos compridos.

Considerando que os extraterrestres são quase físicos ou físicos e, portanto, têm corpos biológicos, as EO são desencarnados e não têm corpos físicos, muito menos genética.

Consequentemente, as EO são incapazes de hibridizar ou cruzar com seres humanos; Nem podem deixar vestígios de material biológico com ADN analisável, por exemplo, o cabelo loiro anómalo encontrado no caso de Peter Khoury.

Succubi e incubi são EO conhecidas por estimular electricamente e sexualmente uma vítima, mas esta é mais uma forma de colheita de energia sexual, enquanto que algumas abduções extraterrestres também envolvem a recolha de produtos biológicos para os seus projectos de criação da sua raça híbrida.

Por necessidade, os extraterrestres são muito mais virados para as ciências físicas e engenharia do que as EO. Ao contrário das EO, eles possuem conhecimento e equipamento real que podem ser compartilhados com grupos de seres humanos seleccionados.

Por exemplo, os astras (armas celestiais) da mitologia hindu e a Arca da Aliança na mitologia judaica remontam aos tempos em que grupos extraterrestres deram aos seus representantes humanos certos artefactos extraterrestres para ajudá-los a realizarem as suas missões.

O mesmo pode ser dito hoje das alegações de grupos militares humanos ocultos que recebem tecnologia extraterrestre e que em troca permitem ou ajudam o rapto dos cidadãos pelos extraterrestre.

Ao contrário dos extraterrestres, as EO apenas parecem ser capazes de fornecer “ciência” e “tecnologia” copiadas ou alteradas que são nada mais nada menos do que suportes para desenvolver as suas histórias enganosas. Não há nenhuma lógica objectiva nova atrás destes suportes ou do que é observado, mais do que alguém poderia adquirir tecnologia praticável do set de um filme de ficção científica.

Eles parecem tirar as suas ideias da nossa consciência colectiva, seja observando os nossos pensamentos ou extraindo lembranças de uma vida passada como humanos.

Abduzidos experientes podem notar que a média de EO nunca é tão inteligente ou sofisticado quanto um extraterrestre médio.

Em termos de fornecer conhecimento prático, no mínimo as EO fornecem instruções ocultas sobre rituais e mecanismos como,

  • Tábuas de ouija
  • Espelhos mágicos
  • Técnicas de EVP
  • Portal etérico que induzem arranjos,

… que aumentam a sua capacidade de interagir com o nosso mundo.

As EO fortes têm habilidades telecinéticas e podem gerar fenómenos de poltergeist,  sendo que a sua força deriva da quantidade de energia vital que eles se alimentam.

Eles também podem gerar anomalias eléctricas e magnéticas que induzem leve interferência em dispositivos electrónicos e até fenómenos de voz electrónica.

Os extraterrestres, em comparação, podem fazer tudo isso e também desligar motores de automóveis, parar vídeo e gravadores de áudio e, desactivar mísseis nucleares; As suas naves podem aparecer no radar de voo como bips anómalos, gerar altos ruídos de zumbido e vibrações moduladas, deixar vestígios no solo, emitir luzes brilhantes multicoloridas e podem ser vistos por várias testemunhas oculares viajando grandes distância a velocidades incríveis.

Os extraterrestres podem até mesmo levitar e deslocar um abduzido através de paredes sólidas e janelas fechadas por meio da sua tecnologia de feixe de luz azul infame ou colocar o local do espaço-tempo do abduzido em quarentena do espaço-tempo circundante para realizar uma abdução isolada.

As EO em comparação só têm truques de salão.

Ambos extraterrestres e as EO são capazes de realizar abduções de alma.

  • No caso das EO, isto acontece através de uma ou mais formas humanoides semelhantes a uma sombra, literalmente arrastando e puxando a alma fora do corpo, através da cabeça, pés ou braços.
  • Em abduções de alma por alienígena, essas entidades podem induzir telepaticamente uma EFC e, em seguida, levar o indivíduo para uma nave que está a espera; Um outro método relatado envolve um tipo tractor de vórtice que puxa a alma para cima e depois fora da nave.

E considerando que as abduções extraterrestres de alma progridem num conjunto estruturado de procedimentos como programação ou instalação de implantes etéricos, as abduções de EO são mais uma forma bruta de arrebatamento de alma com o objectivo de cortar a conexão entre a alma e o corpo, para sequestrar o corpo e simplesmente matar a pessoa enquanto dorme.

Embora sabe-se muito pouco sobre o que acontece depois de uma abdução com êxito por parte de um EO, um número de indivíduos têm relatado tentativas falhadas, onde eles conseguiram lutar contra essas “pessoas da sombra” e voltar em seus corpos.

Parece que apenas os extraterrestres (e sequestradores militares) podem realizar abduções físicas. As “abduções” feitas por EO são abduções de alma ou experiências alucinatórias induzidas.

Em outras palavras, as EO não podem fazer desaparecer o corpo de uma pessoa por um período de tempo, muito menos devolvê-lo em locais ou posições estranhas ou com roupas ao contrario, como é típico dos procedimentos de devolução de abdução extraterrestre fracassada.

Assim, uma câmara ou um terceiro observador verá uma vítima de uma EO permanecer na cama o tempo todo, ou talvez participar numa conversa durante o sono ou no máximo caminhar enquanto dorme.

Observe que os extraterrestres também podem induzir alucinações artificiais, mais conhecidas como “cenários de realidade virtual” neste contexto, mas eles não se limitam a isso, pois também podem levar o corpo físico numa nave ou numa base subterrânea, num submarino ou ainda numa base na orbita.

Além disso, as abduções extraterrestres e militares ou visitas nocturnas, podem deixar marcas físicas no corpo, incluindo contusões, cicatrizes, furos, marcas de colher, queimaduras, cortes, dor incomum em áreas suspeitas como atrás das orelhas ou nas regiões reprodutivas e nódulos de implantes subcutâneos sob a pele.

As EO só podem afectar o corpo através de efeitos telecinéticos e etéricos que alteram os processos biológicos.

 Isso inclui,

  • “queimaduras etéreas” que rompem os capilares e deixam para trás uma contusão superficial mas bem definida.
  • reacções alérgicas ou inflamatórias localizadas na pele.
  • cistos cheios de líquidos em partes do corpo onde a EO introduziu as suas gavinhas etéricas

No entanto, as EO não teriam os meios para deixar marcas de colher, cicatrizes permanentes, ou implantes sólidos que são removíveis através de cirurgia.

E escusado será dizer que as EO também não podem criar gravidezes com fetos que desaparecem após o primeiro trimestre.

As vítimas de parasitismo oculto podem não conhecer a história prévia de abdução extraterrestre, e assim não terão os sinais associados, como história de hemorragias nasais, memórias de infância de abduções ou visitas, fobias irracionais da infância sobre objectos ou animais semelhantes aos Greys ou Reptilianos, síndrome de stress pós-traumático por não lembrar-se das abduções e, ads marcas corporais acima mencionadas.

As abduções extraterrestres iniciam na infância e na adolescência e continuam durante a vida, enquanto que as EO mais oportunistas podem entrar na vida de repente, durante a adolescência ou a idade adulta quando a entidade tem a oportunidade de um momento de vulnerabilidade psíquica.

Uma outra diferença importante é que os extraterrestres dependem fortemente das memórias de ecrã e do apagamento de memória para cobrir o que realmente aconteceu durante uma abdução ou visita. Isto implica que uma coisa objectiva e tangível aconteceu e deve permanecer escondida.

Por outro lado, as EO  não são geralmente conhecidas por usar memórias de ecrã ou técnicas de apagamento de memória, provavelmente porque não têm a capacidade de afectar o nosso sistema mente-corpo com suficiente profundidade, conhecimento e precisão.

O melhor que podem fazer é interagir psiquicamente com a vítima e gerar alucinações artificiais em tempo real, incluindo a manipulação dos sonhos, de modo que o indivíduo perceba ou sonha uma coisa, enquanto na entidade está realmente a fazer outra coisa, como ligar os seus subsistemas etéricos e sifão de energia da força vital.

Para ilustrar melhor, se uma pessoa estiver preste a despertar ou a sair de tal estado, ela poderia então notar uma EO surpreendida pairando ou inclinando-se sobre ele. A diferença entre esta e as memórias de ecrã extraterrestre é que este último pode ser instalado depois do ocorrido, de modo a  cobrir retroactivamente uma memória real, enquanto que as EO parecem manipular a percepção apenas durante o evento.

Mais uma vez, os extraterrestres podem fazer o último, mas eles também podem fazer aquilo que as EO não conseguem.

Os extraterrestres preferem esconder os seus rastos; um abduzido idealmente nunca se lembra que algo aconteceu a menos que os sequestradores veem um valor estratégico em permitir que certas coisas sejam lembradas. Devido a diligência extraterrestre, alguém pode passar décadas sem nunca perceber que ele ou ela foi abduzido.

Os extraterrestres estão a trabalhar estrategicamente em direcção a algum objectivo maior e a negação é uma parte importante da manutenção da segurança operacional e prevenção de paradoxos ou instabilidades temporais.

As EO são menos cuidadosas. Elas são predadores oportunistas interessadas em alimentação energética e controlo espiritual; Às vezes, precisam traumatizar uma vítima ou carregar a sua mente com uma história falsa que o prende no seu jogo.

Isso envolve produzir de forma intencional uma experiência que permanece com ele e o atormenta.

Os únicos rastros que as EO cobrem é a sua verdadeira natureza, que eles são realmente demónios ou fantasmas malévolos e não mestres ascendidos ou guias espirituais ou membros do Comando Ashtar e que as suas segundas intenções é alimento e controlo.

Na verdade, muitas EO fazem questão de ocupar o máximo de espaço psicológico possível, na mente das suas vítimas, como um parasita que consome o seu hospedeiro mordida atrás de mordida, enquanto os extraterrestres normalmente procuram minimizar esse espaço ou compartimentá-lo, a menos que o objectivo seja criar um vector de desinformação ou um sujeito zelosamente cooperativo.

Isto liga-se com o próximo ponto, que os extraterrestres estão logisticamente limitados em número, mobilidade e tempo ao ter que coordenar o tempo das suas operações de abduções e contacto por várias razões.

Estes motivos incluem,

  • Evitar interferências ou vigilância por facções rivais
  • Ter que lidar com um programa vasto de abdução com os ciclos de desenvolvimento biológico exclusivo de cada abduzido.
  • Ter que viajar grandes distâncias entre a sua localização e as suas bases de origem casa ou pontos de passagem.

Isto significa que os extraterrestres vêm e vão;  a sua actividade é esporádica e calculada e, às vezes os anos podem passar antes que eles voltem para uma outra visita.

As EO, por outro lado, tendem a estabelecer-se em seus locais de destino e permanecer aí constantemente. Os ocultistas chamam isso de “aninhamento”. A EO satura o ambiente local, seja uma casa ou quarto ou parte de uma sala, com as suas energias etéreas escuras, a fim de condicionar essa região do espaço em algo mais favorável para os seus frágeis corpos etéricos.

A entidade fixa o seu ninho nas paredes, cantos, móveis, qualquer coisa que tenha uma extensão no plano etérico e possa conter uma carga etérica. Desta forma, ao longo do tempo a EO constrói um tipo de base que lhe permite ficar perto da vítima com perda mínima de energia para o ambiente.

Um exemplo seria um ninho pendurado do tecto para baixo em direcção onde a vítima dorme. Com tempo suficiente, um edifício inteiro pode ficar infestado com a EO que assim adquire passe livre para mover-se a seu belo prazer.

Em vez de ir e vir como fazem os extraterrestres, as EO podem estar lá o dia inteiro e todos os dias. Em casos de nidificação localizada, uma dádiva é que a energia vital, a qualidade dos sonhos, o humor e a coerência mental melhoram ao mudar de local.

Por exemplo, uma correspondente que durante anos lidou com vozes atormentadoras por uma classe particularmente demoníaca de EO, experimentou um alívio significativo depois que o seu apartamento pegou fogo e ela teve que se mudar para um novo lugar. A nova casa ainda não estava aninhada pelas EO e por isso ela estava livre deles por um tempo.

Passar de 24 horas durante 7 dias de atenção, a pouca ou nenhuma atenção simplesmente transferindo-se para alguns blocos, é altamente incaracterístico de um contacto extraterrestre, mas altamente sugestivo de presença de uma EO. Além de fazer ninhos, as EO também tentam abrir caminho e ir cada vez mais fundo na mente e alma de um alvo com o objectivo de posse total. Em seguida, elas podem controlar o alvo a partir do plano astral, independentemente de onde ele ou ela viajar.

Agora, parece haver leis metafísicas no lugar e mecanismos de defesa instintivos nos seres humanos que impedem as EO de fazer isso em qualquer pessoa e a qualquer momento, razão pela qual eles têm que ser selectivos em quem eles escolhem.

As vitimas principais incluem,

  • Aqueles que foram espiritualmente enfraquecidos por abuso intenso de drogas ou álcool.
  • Aqueles cujas mentes e almas foram fracturadas por trauma.
  • Aqueles cuja estrutura inata mente-corpo-alma torna-os predispostos a cair facilmente em estados hipnagógicos e hipnopompicais onde as EO podem ser facilmente percebidas.
  • Os emocionalmente neuróticos que são facilmente assustados.
  • Especialmente os psíquicamente sensíveis que, por definição, são mais perceptivos e sensíveis às projecções telepáticas de áudio, visuais e cinestésicas por parte de EO e, assim, manipuláveis por elas.

Para contornar algumas das leis metafísicas que as impedem de explorar profundamente as suas vitimas, as EO procuram frequentemente a permissão da vitima para entrar nelas.

Isso pode ser feito por meio de truques ou desencorajando-as até que elas percam a vontade de resistir.

Por exemplo, pode ser feito através de uma série de sonhos manipulados que fazem a vitima acreditar que a EO é um ser benevolente, ou pode ser feito directamente através de interacções telepáticas de voz onde a EO simplesmente pergunta,

“posso entrar?” ou “Então, você nos dá permissão para entrar?”, ou então eles repetem comandos hipnóticos como “Deixe-nos entrar” até que a vitima cede.

Uma outra táctica de uma EO envolve uma isca pendente, talvez uma alucinação induzida por acaso ou sensação que capta o interesse da vitima e desperte a sua curiosidade até que ele se esforce a alcançar tudo o que está na outra extremidade do mistério. Isso também equivale a dar permissão.

Seja qual for o caso, se a vitima concordar, então as barreiras protectoras desaparecem e a EO rapidamente ganha o controlo das vias biológicas e etéricas perceptivas da vitima em questão.

As vozes, sensações, sonhos e / ou imagens resultantes, em seguida, funcionam para enganar ou torturar a vitima em direcção à destruição espiritual.

Os extraterrestres também podem girar essas histórias falsas e induzir cenários de realidade virtual telepaticamente, mas a diferença é que o fazem por razões estratégicas que vão além do controlo espiritual e da alimentação energética.

Por exemplo, eles podem ter a necessidade de criar um vector de desinformação para escrever um livro ou um site que de alguma forma atenda a sua agenda. Ou simplesmente procuram criar fumaça (multidões de argumentos absurdos contraditórios) que obscurecem o sinal do que eles realmente estão a fazer.

Os seus esforços geralmente não são tão sádicos ou espiritualmente venenosos quanto os das EO, pelo menos não no curto prazo, porque as facções extraterrestres negativas parecem estar mais preocupadas em manipular o destino do nosso planeta e moldar o cronograma para o seu benefício. Isso exige afectar a nossa compreensão e percepção sobre eles, mais do que qualquer outra coisa.

Assim, a guerra psicológica ou informacional compreende a sua actividade mais omnipresente neste planeta.

(Uma excepção notável são os extraterrestres reptilianos, infames pela sua natureza aterrorizante, brutal e depravada, esses mesmos seres também parecem se alimentar do medo e da energia da força vital, o que levanta a possibilidade de que sejam hospedeiros biológicos para entidades demoníacas).

Portanto, enquanto as histórias falsas de EO são contos inventados cheios de desinformação espiritual para alcançar o controlo espiritual, as histórias falsas de extraterrestres, usam desinformação para conseguir o controlo deste planeta.

Os meios de controlo dos extraterrestre são,

  • Genético
  • Político
  • Logístico
  • Exército
  • Informação
  • Controlo temporal

Meios de controlo espiritual,

  • Desconexão da alma da sua divindade
  • Extinção da,
    • Inocência
    • Integridade
    • Consciência
    • Esperança
    • Livre arbítrio

Esses dois não são mutuamente exclusivos e podem variar, mas pode-se razoavelmente fazer a generalização de que os extraterrestres e as EO agem em planos separados, um mais físico e temporal e o outro mais metafísico e espiritual.

Novamente, isto é feito por extraterrestres que ainda têm um corpo físico ou são quasi-físico e as EO que desencarnam completamente e preocupam-se apenas com questões relacionadas a alma ou espírito.

Indicadores de Engano das Entidades Ocultas

Em resumo, aqui estão alguns sinais que sugerem o engano das entidades ocultas, em vez da clássica abdução ou contacto extraterrestre:

  • Não importa quão vívida e envolvente seja a experiência alucinada, nada do que se vê demonstra uma interacção física objectiva com o ambiente físico, já que tudo isso acontece na sua mente.
  • Os aspectos objectivos que existem, confirmam apenas a presença de entidades ocultas (EO).
  • Na melhor das hipóteses, incluem actividades de poltergeist / EVP (fenómeno de voz electrónica), testemunhas de entidades sombrias não-físicas assombrando o local e avistamento de figuras humanoides sombrias em pé nas proximidades ou em formas negras flutuando no ar.
  • Nenhum sinal de procedimento físico realizado no indivíduo, tais como implantes físicos, cicatrizes e marcações anómalas, gravidezes fantasmas, história de hemorragias nasais, doença de radiação e conjuntivite, etc.
  • Quaisquer marcas deixadas no corpo físico, são apenas aquelas explicáveis por trauma paranormal, incluindo queimaduras de energia etérica que parecem contusões ou reacções alérgicas, localizadas na pele causada por contaminação de energia etérica externa.
  • Considerando que a actividade extraterrestre é intermitente, a presença de EO não verificada, rapidamente se acumula em actividade até 24 horas durante 7 dias incessantes, penetrante, dominante e mais forte em edifícios onde o alvo passa mais tempo.
  • Podem ser dadas histórias elaboradas que contêm muitos elementos extraídos de fantasias do próprio destino e pensamento ilusório misturado com fabricações convenientes e criativas pelas entidades.

Devido a riqueza da experiência alucinatória acumulada pelo alvo, ele ou ela logo se torna um “especialista” no paradigma delirante que lhe é alimentado.

Para histórias de estilo extraterrestre, inventadas por EO, elas podem estar cheias de grandes números de personagens, dramas excitantes, histórias galácticas, envolvimento pessoal do alvo em batalhas fantásticas espaciais e missões e qualquer outra coisa que mantém o alvo entretido e engajado no ego.

Essas histórias não contêm nada de valor prático, verificabilidade, novidade e verdade, pois são apenas fantasias com um toque espiritualmente desinformante.

  • O paradigma em questão, contém direccionalidade somente na medida em que é adaptado para aprisionar o alvo, enfraquecê-lo espiritualmente e, talvez promulgar desinformação espiritual sobre assuntos da alma, vida após a morte e a soberania do espírito humano.

As operações de engano mais bem sucedidas fazem com que os hospedeiros humanos se tornem líderes de cultos ou canalizadores dessas entidades, permitindo assim que as EO parasitas infectem e alimentem-se de um vasto público cativo.

Outras histórias são projectadas para influenciar tendências paranóicas do alvo e levá-lo à insanidade, sem-tecto, suicídio e morte.

A influência de EO pode começar de repente, sem uma história prévia de abdução ou contacto extraterrestre. Pode começar com um evento anómalo menor como uma voz, sonho incomum, sensação corporal, alucinação curta ou evento assombroso que cativa o alvo como isca num anzol.

Conclusão 

  • Caso existam entidades ocultas, será que elas têm interesse em imitar os extraterrestres?

Sim, se é isso o que provoca uma cooperação de uma mente moderna.

Obviamente eles não podem imitar as fadas, duendes ou deuses com tanto sucesso como tiveram uma vez. Devido ao fato dos extraterrestres acostumarem o público com a sua existência, o fenómeno UFO e a presença de extraterrestres têm saturado a nossa cultura zeitgeist durante o século XX, a tal ponto que agora geralmente descobrirmos serem a possibilidade mais plausível de outro mundo.

Portanto, as entidades ocultas teriam que mudar a sua aparição para equilibrar as novas crenças. Mas o que lhes denuncia é a intangibilidade das suas projecções alucinatórias e da falta de lógica intrínseca e objectividade por trás dos seus contactos e naves falsas.

Charadas ocultas, juntamente com os extraterrestres usando memórias de ecrã e falsas histórias para encobrir as suas actividades e gerar desinformação, tem levado alguns a acreditar que todo o fenómeno UFO, não passa de uma piada usada sobre a humanidade por vigaristas interdimensionais.

Mas estas duas vertentes entrelaçadas (extraterrestres e EO) podem ser separadas por meio de uma investigação diligente e dedução.

As investigações arqueológicas, mitológicas e genéticas revelam a existência de uma objectividade subjacente e tangibilidade para a presença extraterrestre ao longo da história humana.

Por exemplo:

Os observadores antigos que descreveram as tecnologias avançadas que não fazia sentido para eles e, portanto, não poderiam ter sido projecções das suas expectativas culturais, mas que começaram a fazer sentido para os investigadores modernos armados com o conhecimento da ciência quântica, hiperdimensional e transdimensional.

Ou, considere as anomalias no genoma humano, sugerindo que são organismos geneticamente modificados, se não totalmente criações genéticas por alguma raça fundadora primordial.

Nenhum dos exemplos anteriores pode ser creditado aos fantasmas, demónios e parasitas astrais de hoje, que simplesmente não possuem a tecnologia e tangibilidade para realizar tais proezas.

Mas isso não os impede de cruamente, fantasiosamente e, ostensivamente imitar os extraterrestres através de interfaces telepáticas com uma pessoa ingénua e criar para eles um sistema de crença elaborado.

Portanto, devemos estar conscientes daquilo que esses seres são capazes e incapazes de fazer e, assim, detectar quando um potencial abduzido ou contactado foi enganado por uma entidade oculta.

Se um caso for questionável, então devemos ser proporcionalmente mais cautelosos e exigentes em tirar quaisquer conclusões sobre a presença extraterrestre.

Fonte:

http://www.bibliotecapleyades.net/vida_alien/alien_contact59.htm

***********************************************************************

transferir Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Anúncios

3 Comments on Imitação de Contacto Extraterrestre… Por Entidades Ocultas

  1. Muito esclarecedor o seu artigo. Verdadeiramente útil.
    Porém eu tenho uma dúvida quando a uma experiência pessoal. Você poderia me ajudar a entender?
    Tive uma experiência de materialização de uma gigantesca massa negra que parecia ter uma coroa, chifres ou apenas fumaça (névoa). Antes de eu poder visualizá-la ao acordar, ouvi a noite toda passos no meu lado da cama.Uma pequena luz que sempre fica acessa na cabeceira da cama se apagou. Eu pude visualizar aquele ser ao acordar com o celular. Levantei duvidando da sua presença, dando de cara com ela na ponta da cama. Tinha apenas um contorno, mas sem formas definidas. Senti uma vibração de presença muito forte ao me aproximar e, senti muito medo, afastando rapidamente de costas na cama. Ela ficou me observando durante uns 10 segundos após isso… meu marido pode visualizar também. Logo após, esse “plasma negro” foi “aspirado” em um vórtice e tomou forma geométrica como um diamante girando, abrindo um pequeno portal e foi embora.
    Após algum tempo tive uma terrível conjuntivite e meu marido…quese nos cegou. Demorou meses para eu me recuperar.
    Será que a experiência foi com uma EO ou extraterrestre?

    Gostar

    • Olá,
      wow que experiência forte e poderosa a que tiveste, e ao mesmo tempo assustador.
      Fico feliz que tenhas gostado do artigo, eu não sou o autor do artigo, sou apenas o humilde tradutor,
      portanto não saberia lhe responder da mesma forma que o autor do artigo, o que tenho aprendido e com algumas experiências vividas
      a descrição da sua experiência se enquadra com uma EO, pelo simples fato de não dependerem mais naves, corpos físicos, nem estarem sujeitos
      as leis de dimensões inferiores, daí todos eles serem capazes de materializar e desmaterializar-se a seu belo prazer.
      Acredito ter se tratado de uma EO ou até mesmo um ser interdimensional.
      E a conjuntivite curou definitivamente?

      Gostar

  2. Agradeço o esclarecimento.
    Já tive várias experiências, mas nunca como esta.
    A conjuntivite sarou depois de meses. Os médicos ficaram muito surpresos com a intensidade. Temos sequelas até hoje com o foco da luz, apenas isso. Pensamos que não voltaríamos a ver mais.
    Fiz várias pesquisas sobre, que me levaram a um ser muito antigo de baixa vibração chamado Mago Negro. As descrições batem. Mas não tive coragem de me comunicar com esse ser e perguntar seu nome. Essa experiência vai fazer 1 ano.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: