Posts recentes

Alemanha: Verdes Defendem Que o Estado Deve Pagar Para Que As Pessoas Tenham Sexo Com Prostitutas (os)

Scharfenberg_Elisabeth-0148 (Copiar).jpg

A Alemanha está a atingir níveis de progresso nunca antes considerados possíveis.

O Partido dos Verdes da Alemanha, tem sido elogiado e criticado por sugerir que os serviços de sexo fornecidos por prostitutas (os) para pessoas que lutam com condições de saúde severas devem ser pagos pelo governo.

Os médicos, devem ter o direito de prescrever sexo com prostitutas (os) como prescrevem um medicamento, disse a porta-voz do Partido Verde, Elisabeth Scharfenberg, ao jornal alemão “Welt am Sonntag”.

“Posso imaginar o financiamento público para a assistência sexual”, disse Scharfenberg.

As pessoas necessitadas, teriam que receber os certificados médicos que confirmam que não podem obter satisfação sexual de uma outra forma, bem como fornecer os documentos originais que provam que não podem pagar os trabalhadores do sexo.

german-meme

Quando o progresso chega na hora certa.

“Os municípios poderiam discutir as ofertas adequadas no local e os subsídios que precisariam”, disse Scharfenberg.

A iniciativa dos Verdes vem a seguir a Holanda, onde as pessoas têm sido autorizadas a pagar por serviços sexuais como despesas médicas com o seu seguro de saúde há mais de dois anos.

A ideia foi recebida com uma parcela justa de cepticismo. Na Segunda-feira, Karl Lauterbach, membro dos sociais-democratas, disse a German Bild que “não precisamos de prostituição nos lares para idosos e certamente não sob prescrição médica”.

O professor Wilhelm Frieling-Sonnenberg, um especialista em pesquisa de cuidados médicos, de acordo com Welt am Sonntag condenou a ideia, dizendo que era “desprezo pela dignidade humana”.

A Fundação Alemã de Protecção ao Paciente disse que as pessoas em questão têm outras preocupações, em vez de sexo.

No entanto, Vanessa del Rae, uma conselheira sexual para casas de repouso, disse que os trabalhadores do sexo são uma “bênção” para os doentes.

A prostituição foi legalizada na Alemanha em 2002, com os bordéis funcionando abertamente em quase todas as cidades. “As senhoras da noite” começaram recentemente a oferecer “assistência sexual” para pessoas com demência, deficientes e pessoas que vivem em lares. Os serviços variam de “toque afectuoso” até relações sexuais.

É um serviço público essencial.

Esperemos que este serviço se estenda também aos migrantes que sofrem de “emergências sexuais”.

 

 

Fonte:

http://www.informationliberation.com/?id=56090

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: