Posts recentes

Novo Sistema de Reconhecimento Facial do KFC, Um Cocktail Perturbador do Estado de Vigilância e Um Suprimento de Alimentos Tóxicos Contaminados Com MSG

artificial-intelligence-AI-e1459877372521.jpg

A inteligência artificial chegou num restaurante de fast-food em Pequim … mas não, sem alguns efeitos colaterais abomináveis.

Um restaurante KFC no distrito financeiro da cidade, está a usar o software de reconhecimento facial para prever o pedido de um cliente. Em parceria com o KFC, a empresa de tecnologia Baidu, muitas vezes descrita como o equivalente do Google na China, desenvolveu o software para o que é descrito como, o primeiro restaurante “inteligente” do país.

O sistema de IA, é voluntário e pode ser substituído se um cliente quiser escolher outros itens do menu, o sistema faz recomendações com base na idade, sexo e humor do cliente. O quiosque, em seguida armazena a informação.

Os clientes podem pagar com os seus Smartphones e, em seguida, retirar o seu pedido no balcão. Um executivo do KFC comentou que o mercado-alvo consiste nos “jovens consumidores que preferem coisas novas e de moda”, de acordo com a Eco-Business.

Além da publicidade gerada pelo sistema de reconhecimento facial, o KFC e a Baidu querem fazer com que os pedidos sejam mais rápidos, mais convenientes e personalizados, o que, na sua opinião, facilitará futuros negócios.

A maioria dos clientes do restaurante de frango frito ainda preferem um caixa humano.

Além da questão de ser uma decisão sábia ou inteligente, por assim dizer, comer fast food em primeiro lugar (e o site naturalnews.com oferece muita informação a respeito) a tecnologia também levanta a questão, se é “inteligente” fazer um pedido através de um robô, do ponto de vista da privacidade. Os itens do menu do KFC, a propósito, contem mais MSG do que quase outro fast food de qualquer restaurante. O MSG, conhecido como uma “excitotoxina”, é um potenciador de sabor químico que está ligado a dores de cabeça e acredita-se fortemente que prejudique as células nervosas. Combinar um produto químico prejudicial ao cérebro com uma tecnologia de vigilância de “leitura da mente” parece ser um ideia ruim para um coquetel duvidoso.

Será que o Coronel cedeu ao Big Brother?

O KFC planeia lançar a tecnologia em 5.000 lojas na China.

De acordo com o TechCrunch, um comunicado de imprensa da Baidu explica que “o sistema saberia” se um cliente masculino nos seus 20 anos “pediria” uma refeição fixa de hambúrguer de frango crocante, asas de frango assadas e coca-cola para o almoço “, enquanto” uma cliente mulher nos seus 50 pediria papa de aveia e leite de soja para o café-da-manhã.”

“Naturalmente, a perspectiva de uma empresa com a capacidade de armazenar dados do rosto e preferências de frango frito dos seus clientes, levanta uma troca entre a conveniência e a privacidade”, observou o Guardian, acrescentando que, visto que se trata de dados pessoais intrusivos na China, a mesma está aparentemente disponível no mercado aberto.

O repórter do Guardian também descobriu que numa segunda visita, a máquina de IA evidentemente “esqueceu” as suas preferências, então a tecnologia, para o melhor ou para o pior, tem ainda um longo caminho a percorrer.

Ao questionar a validade da previsão das opções do menu de aparência física,, que pode ser uma estratégia de marketing, o site Quartz também avisa sobre as implicações da mineração de dados para o consumidor.

“Ao construir uma base de dados de imagem dos clientes e dos seus pedidos, o KFC poderia obter uma compreensão muito mais profunda do mercado … Uma imagem e histórico dos pedidos, permite que o KFC comece a construir um dossiê detalhado sobre cada cliente, armazenado estas informações numa máquina de segurança desconhecida. Se outras lojas implementarem sistemas semelhantes, poderia ser criado um novo conjunto de dados pessoais. Então, antes de encomendar essa refeição de oito itens, pense no preço digital que você também está a pagar.”

No ano passado, o KFC implementou pedidos feitos a um robô activado por voz num restaurante em Xangai.

O KFC pode ser um prazer culposo ocasional para alguns, mas antes de fazer uma encomenda num dos restaurantes da franquia aqui ou no exterior, considere o seguinte: O site naturalnews.com relatou anteriormente que o ingrediente secreto da receita original de galinha, pode ser 11-herbas-e-especiarias e glutamato monossódico (MSG), um produto químico que tem sido associado a vários problemas de saúde.

Sobre a questão da automação do fast-food em geral, o ex-CEO do McDonald’s nos EUA, emitiu recentemente um relutante “Eu bem vos avisei”, depois de prever que a “Luta por 15 usd”, ou seja, os activistas que defendem um salário mínimo de 15 usd, começariam a instalar touchscreen, quiosques de auto-atendimento para reduzir o número de funcionários, aumentando assim a lista de desempregados.

 

 

Fonte:

http://naturalnews.com/2017-01-26-kfcs-new-facial-recognition-can-remember-a-vast-majority-of-facial-recognition.html

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: