Posts recentes

Daesh Reivindica Ataque Que Fez Dois Mortos Em Paris

img_757x498$2017_04_20_21_00_16_620210

O grupo terrorista Daesh reivindicou o tiroteio que aconteceu na noite desta quinta-feira nos Campos Elíseos, em Paris, e que vitimou um polícia e feriu com gravidade outros dois.

A agência de propaganda Amaq, afecta aos terroristas, confirma que o ataque foi cometido por um cidadão de origem belga, identificado como Abu Yusuf.

“O autor do ataque nos Campos Elísios, no centro de Paris, é Abu Yussef, ‘o Belga’, e é um dos combatentes do Estado Islâmico”, relatou a Amaq. Duas pessoas estão envolvidas neste ataque.

Um dos autores dos disparos, que foi morto pelas autoridades, já era conhecido dos serviços de segurança. A polícia está a realizar um raide numa casa no leste de Paris.

Uma turista sofreu ferimentos ligeiros num joelho causados por uma bala. A polícia está a realizar neste momento buscas na casa do atirador que foi morto que se localiza em Seine-et-Marne.

As autoridades policiais emitiram um mandato contra o segundo atacante que terá chegado a Paris de comboio vindo da Bélgica. O Presidente da França, François Hollande convocou de uma reunião de emergência com o primeiro-ministro Bernard Cazeneuve no seguimento do ataque.

No final da reunião, Hollande admitiu que tudo aponta para que o tiroteio seja um ataque terrorista, garantindo ainda que a vigilância nas ruas vai ser apertada. “Estamos convencidos, as pistas que podem conduzir a investigação são de ordem terrorista”, afirmou o Presidente, numa declaração hoje à noite, após uma reunião de emergência com o primeiro-ministro, Bernard Cazeneuve.

Hollande confirmou que um polícia morreu e dois outros ficaram feridos e afirmou que uma outra pessoa foi atingida, antes de o atacante ser “neutralizado por outros agentes”. Toda o quarteirão foi bloqueado e as pessoas foram retiradas de suas casas, afirmou ainda o chefe de Estado, garantindo que as autoridades mantêm “vigilância absoluta”.

“Todas as medidas que podem ser tomadas foram tomadas”, garantiu, explicando que decorrerá na sexta-feira uma reunião de emergência, às 08h 00. “Os meus pensamentos vão para a família do polícia morto e os entes próximos dos feridos”, disse ainda Hollande, manifestando confiança e solidariedade para com as forças de segurança do país.

A porta-voz da polícia da capital francesa, Johanna Primevert, afirmou à agência Associated Press que o atacante se dirigiu aos agentes que guardavam a área próxima da estação de metro Franklin Roosevelt, pelas 21h 00 locais (20h 00 em Lisboa), no centro da avenida parisiense.

Uma testemunha adianta que um dos suspeitos saiu de um carro e disparou tiros de uma metrelhadora. O porta-voz do Ministério do Interior francês confirma que os agentes foram quando um carro parou num semáforo vermelho. Pierre Henry Brandet disse que é “muito cedo” para identificar o motivo do ataque. “Todas as hipóteses estão em aberto”, acrescentou.

As estações de metro de George V, Franklin Roosevelt e Champs-Elysees-Clemenceau estão fechadas por questões de segurança. As autoridades apelaram à população para que evite a zona dos Campos Elísios, no centro da capital francesa, onde a circulação foi cortada pelas forças de segurança.

A polícia apenas informou que há uma “intervenção em curso” no local, cheia de comércio e restaurantes, e pediu aos cidadãos para que “evitem a zona”. Ao início da noite, havia muitos carros da polícia na avenida.

O caso está a ser investigado pelo departamento anti-terrorismo da polícia parisiense. O gabinete do procurador de Paris informou que agentes contra-terrorismo estão envolvidos na investigação do ataque de hoje, que deixou pelo menos um polícia morto, além do atacante.

O ataque ocorre a três dias da primeira volta das tensas eleições presidenciais em França, em que a segurança é um dos temas em destaque, após vários ataques terroristas no país nos últimos anos.

Dois candidatos às eleições presidenciais em França, a dirigente de extrema-direita Marine Le Pen e o conservador François Fillon cancelaram hoje as suas acções previstas para sexta-feira, último dia da campanha, após o ataque em Paris.

Fonte:

http://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/policia-morto-e-outro-ferido-com-gravidade-num-tiroteio-em-paris?ref=HP_Destaque

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: