Posts recentes

O Som do Sol – A Voz da Consciência Universal

The-Sun

A maioria de nós está familiarizado com o Sol como a principal fonte de luz visível e energia no nosso planeta. Há um outro fenómeno do Sol – trata-se da influência magnética que tem sobre nós e, em cada coisa viva no planeta – que poucos estão familiarizados. O domínio da influência magnética do sol (também conhecida como “heliosfera”) estende-se biliões de quilômetros além de Plutão. Este campo magnético tem efeitos profundos em todos os seres vivos da Terra e afecta fortemente a consciência humana. Você poderia dizer que o sol está a mudar a sua melodia, mas precisamos saber como ouvir para que possamos nos harmonizar com a sua música.

Podemos ver essa influência criada pela actividade solar em certos períodos da história humana, muitas vezes marcados por distúrbios sociais e psicológicos.

No entanto, o som do Sol, que foi comparado com o som do OM, também pode ser recriado numa harmonia musical, assim como foi descoberto por uma equipe de astrónomos da Universidade de Sheffield, liderada pelo professor Robertus von Fáy-Siebenbürgen. Esses cientistas têm estudado os anéis magnéticos na camada externa da atmosfera do Sol – conhecida como anéis coronais – e descobriram que eles se comportam como vibrações sonoras de instrumentos musicais criando uma harmonia musical. Afirma Fáy-Siebenbürgen,

“Os anéis coronais vibram de um lado para o outro porque são” tocados “como as cordas de uma guitarra pelas ondas de explosão da detonação na superfície do sol”.

Os cientistas também descobriram que “os anéis vibram para trás e para frente de uma maneira que imita as ondas acústicas num instrumento de sopro”.

O som do Sol não é algo que podemos ouvir facilmente, por causa da composição do espaço entre a Terra e o Sol e por causa das limitações do ouvido humano. Os seres humanos só ouvem numa faixa que inclui frequências de som de cerca de 15 a aproximadamente 18.000 ondas, ou ciclos, por segundo. A faixa geral de audição para os jovens com boa audição é de 20 Hz a 20 kHz.

Embora todos os objectos no espaço tenham o seu próprio som, já que eles também têm a sua própria frequência de vibração, somos incapazes de discerni-los. Você pode até ouvir algumas ondas de rádio intrigantes que a espaçonave Cassini da NASA recolheu perto de Júpiter, ou a “canção” da terra criada por ondas de plasma atingindo um cinto de radiação, mas elas tiveram que ser alteradas para colocá-las dentro do alcance da audição humana.

O som audível não pode viajar através do vácuo do espaço, por isso os cientistas de Sheffield tiveram que recriar as vibrações visíveis geradas pelos anéis coronais do sol usando imagem de satélite.

Em seguida, transformaram as vibrações em ruídos e ajustaram a frequência para que pudessem ser ouvidas pelo ouvido humano. O resultado foi uma espécie de harmónicos musicais.

Em muitas religiões antigas, o som do Sol é considerado o som mais sagrado do Universo. Foi descrito pelos antigos hindus nos Vedas há milhares de anos como um mantra que pode ser entoado com o discurso humano para resultar em “Aum”.

Embora o som não pudesse ser ouvido de forma audível pelos escribas védicos, eles ainda assim eram capazes de identificar a sua existência há milhares de anos, possivelmente através de uma consciência elevada alcançada através da meditação ou práticas iogue. Seriam esses seres humanos capazes de explorar a consciência Universal e perceber o som de “toda a criação”?

Os astrónomos acreditam que os anéis coronais estão envolvidos na produção de erupções solares, que por sua vez disseminam partículas altamente carregadas para o espaço. O aumento da actividade do sol pode ter efeitos interessantes na Terra, incluindo afectar equipamentos electrónicos, super-aquecimento de redes eléctricas e danificar satélites, mas também têm um efeito intrigante na consciência humana.

Particularmente após as erupções solares X-classe, a maioria das pessoas experimentam uma série de sintomas psicológicos e fisiológicos que podem incluir:

– Dores de cabeça

– Palpitações

– Nervosismo

– Agitação

– Desanimo emocional

– Náusea

Alguns afirmam que, à medida que a energia coronal atinge a nossa forma biológica – as nossas células – despertam memórias e sabedoria profundamente guardadas. Esta energia solar afecta os nossos pensamentos, as nossas emoções e as nossas acções, porque está a activar a nossa própria ascensão consciente. Porque a energia do sol (sob forma de quantidades maciças de fótons) é uma frequência muito maior da que estamos acostumados, pode desencadear a liberação de antigas emoções armazenadas, causando assim os sintomas (e outros) listados acima. Alguns chamaram esses “sintomas de ascensão”, mas, essencialmente, estamos a receber o mesmo influxo de energia que destrói as redes eléctricas e desestabiliza os sinais WiFi.

Ao entender os padrões da “música do sol”, o professor Fáy-Siebenbürgen acredita que podemos começar a entender melhor, e talvez até mesmo prever, a actividade da erupção solar, mas também podemos prever a agitação humana e colocá-la em perspectiva.

Essas mudanças irão nos atingir rapidamente, porque a luz fotónica ou os fótons (energia quântica) move-se pelo menos 10.000 vezes mais rápido do que a luz que podemos ver com os nossos olhos. Isso não significa que devemos entrar em pânico, no entanto devemos sim nos preparar para essas mudanças psicológicas e fisiológicas e saber que elas estão a ser instigadas pela sabedoria profunda da energia do sol a medida que este também, se expande.

A Terra recebe apenas metade de um bilionésimo da saída do Sol e, em média, leva cerca de 100.000 anos para que um fóton viaje do núcleo do Sol para a superfície, mas à medida que as erupções coronais do Sol se tornam mais intensas, O “som” do sol na forma de energia transformacional, e a sua música harmonizam-se com as nossas próprias frequências pessoais.

“O Sol está a tocar uma melodia secreta, escondida dentro de si, que produz um movimento pulsátil difundido a partir da sua superfície. Os sons estão a percorrer o interior do Sol, fazendo com que todo o globo, ou parte dele, se mova para dentro e para fora, lenta e ritmicamente, como a ascensão e queda regular das marés numa baía ou de um coração batendo. ~ Kenneth R. Lang

Fonte:

http://www.wakingtimes.com/2017/05/08/sound-sun-voice-universal-consciousness/

transferir Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: