Posts recentes

Os Fundadores – Desenhadores de Vida do Multiverso

creationOs Pleiadianos chamam-lhes os mestres do jogo; outros nomes para eles são,

  • os Desenhadores da Vida
  • os Fundadores
  • os Kadištu
  • os Planeadores Originais,

… e muitos, muitos mais.

Como já discutimos, eu escolhi e me agarro a certos termos para certos tipos de deuses criadores para torná-lo menos confuso. Em língua Suméria e, se rastrearmos ainda mais a língua ariana, eles são chamados de Kadištu, uma palavra que analisamos no artigo anterior e, que é usado frequentemente na trilogia de Anton Parks, As Crónicas de Gírkù.

Vou chamá-los principalmente Fundadores, visto que esta é a palavra mais comummente usada nestes tempos modernos.

Estou ciente de que alguns chamam-lhes também os Elohim, equivalente ao “Anunnaki” de Sitchin, ou Sirianos, que é quem eles realmente são e, Elohim é também o termo designado para eles na Bíblia.

No entanto, eu quero ter certeza de que o leitor entenda que os Elohim são apenas uma raça dos Fundadores e, não permutáveis com o termo Fundador ou Kadištu em si. Portanto, estou muito relutante em usar o termo Elohim.

Os Pleiadianos, no livro de Marciniak, ‘ Terra – Chaves Pleiadiana Para a Biblioteca Viva’ estão de acordo com o LPG-C quando falam sobre energia, que os Fundadores não têm forma (só alma), mas podem se sobrepor e se infundir em muitas formas e configurações e são shapeshifters ilimitados, movendo além do som e geometria (como veremos mais adiante, shapeshifting é tão comum no Multiverso como é comer para nós, não é um grande problema.

Nós, humanos, podemos fazê-lo facilmente quando descobrirmos como se faz.

Os Fundadores primeiro criam nas suas mentes todo o plano para toda a evolução de um planeta alvo e, em seguida, a propagação começa direccionando meteoros e outros corpos celestes contendo sementes de vida em forma de bactérias e vírus etc. para o planeta e a evolução desejada irá começar, tudo em termos simples.

Então, digamos que eles estão a criar uma ou mais formas de vida inteligente nesse planeta em particular e culturas e civilizações surgem e caem, então eles podem, se assim o desejarem, abrir portais para inserir literalmente culturas nos planos do planeta alvo. Mas não só isso; Quando um modelo de uma civilização ou cultura é feita, os Fundadores podem manifestar variações deste modelo em diferentes realidades.

No livro, os Pleiadianos fazem uma analogia com capas. É como quando alguém faz um plano de uma capa, ele é então manifestado na “realidade” nessa forma ou conteúdo particular. Mas então o criador dessas capas percebe que há uma demanda de variações dessa capa, então ele ou ela cria essas variações e as manifesta também.

Assim, quando o Kadištu cria uma cultura, variações dessa cultura, incluindo variações das suas línguas, também são inseridas e ancoradas em outros reinos.

Os Fundadores semeiam planetas com formas de vida inteligentes por uma razão. Cada civilização tem um determinado propósito, que está impresso no seu DNA; Uma finalidade que é frequentemente original para essa espécie. Mas há também um propósito maior e comum que nós, como uma espécie criada, temos com outras raças no Multiverso, que é “crescer”, aprender sobre a criação e compartilhar as nossas experiências com o cosmos, para expandi-lo em consciência e inteligência e, então nos tornarmos Deuses Criadores, se assim o desejarmos.

Expliquei anteriormente neste capítulo que os Kadištu são frequentemente os “supervisores” das culturas que eles criaram e ajudam no seu desenvolvimento, ou deixam-lhes as ferramentas de que precisam para poderem evoluir por conta própria. No entanto, às vezes como no caso da humanidade, isso não acontece da forma como é suposto.

Os Pleiadianos não eram Fundadores no seu verdadeiro significado, mas alguns deles eram seus ajudantes, que eventualmente confundiram-se e deixaram a sua bagunça atrás.

A principal razão pela qual eles estão aqui agora, canalizando através de Barbara Marciniak, é porque para eles próprios poderem crescer mais, eles devem se certificar de que todas as formas de vida que eles ajudaram a criar ou manter e colocar em movimento tenham tanta liberdade quanto eles próprios desejam ter. Eles sabem e, contam isso no seu livro, que a Deusa não vai levá-los antes de terem feito isso.

Assim, a Regra de Ouro, “faça aos outros …” aplica-se muito a todos os seres no Multiverso, como parece.

Isso também se aplica muito à humanidade. É fácil apontar os dedos para os alienígenas que fizeram isso e outros seres que fizeram isso, mas os problemas que enfrentamos agora são nossos problemas no sentido de que somos os únicos que podem resolvê-los.

E não importa se eles foram criados ou não por nós.

Fonte:

https://www.bibliotecapleyades.net/ciencia/ciencia_multiverse24.htm

transferir Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: