Posts recentes

Cientistas Chineses Criam Cães Geneticamente Modificados

Labrador-Retriever-Dog-Black-Chocolate-A-Best (Copiar)

A engenharia genética continua a alcançar patamares perturbadores na China, onde os pesquisadores da empresa de biotecnologia, Sino Gene, em Pequim encontraram uma maneira de mudar a natureza de um cão através de modificações genéticas e, em seguida, reproduzir o animal por meio da clonagem. Eles poderiam, por exemplo, dar a um cão músculos maiores e depois fazer cópias dele.

Os cientistas criaram recentemente um beagle clonado chamado Long Long, que é o primeiro cão a ser clonado usando um pai que foi geneticamente modificado. Enquanto os cientistas têm clonado cães na Coreia do Sul há 12 anos, isso marca a primeira vez que um cão geneticamente modificado foi duplicado. Este cachorrinho não natural nasceu no final de Maio no mesmo laboratório onde o seu pai, Apple, nasceu no ano passado.

Os cientistas dizem que criaram o Apple com o propósito expresso de servir como um cão de laboratório para que os pesquisadores pudessem estudar a aterosclerose. Apple foi criado através da técnica de eliminação de genes, em que uma célula somática foi retirada de um beagle saudável e um dos seus genes foi modificado para permitir que o cão nascesse com uma grande quantidade de lipídios no sangue para torná-lo adequado para o estudo de artérias obstruídas.

A mesma tecnologia poderia ser usada para criar “super-cães” com músculos, força ou capacidade de corrida superior para servir como polícias ou cães de trabalho. Em 2015, o líder do projecto Lai Liangxue criou dois beagles que eram duas vezes mais musculosos que um beagle típico.

Os cães são, segundo notícias, um dos mamíferos mais difíceis de clonar.

Os cientistas também dizem que esta tecnologia de edição de genoma poderia ajudar a criar cães modelo que tenham doenças como diabetes e autismo para fins de estudo. Existe também a possibilidade de usá-lo para ajudar os donos de animais a criarem clones saudáveis ​​de um animal de estimação doente que sofre de uma doença genética.

Em 2011, os cientistas da Coreia do Sul fizeram manchetes quando clonaram um cão geneticamente modificado que “brilha” quando é alimentado com antibiótico doxiciclina. Depois disso, uma empresa chinesa ficou em destaque quando anunciou planos para abrir uma “fábrica de clonagem” que irá produzir um milhão de bezerros por ano, apesar das preocupações com a segurança do consumo da carne clonada. A mesma instalação criará cópias genéticas de animais de estimação e cães farejadores.

Aonde Vão Parar?

Essas acções estão a levantar muitas questões éticas. Para muitos, é inconcebível que os cientistas criem animais que tenham doenças apenas para que possam experimentar neles. Algumas pessoas questionam-se onde eles vão parar. Será que serão criados seres humanos super-musculosos em seguida para melhorar os militares?

Claro, que tipo de comportamento podemos esperar de um país que acabou de completar o festival anual de consumidores de carne de cães em Yulin, onde milhares de cães, muitos dos quais animais roubados, foram mortos e comidos. É o mesmo desrespeito pela vida animal que têm os cientistas Chineses que criam cães apenas para fazê-los infelizes e realizar experimentos sobre eles.

O Gerente Adjunto da Sino Gene, Zhao Jianping, disse que a empresa está ansiosa para clonar animais de estimação e que vários proprietários já consultaram esses serviços. A clonagem de Long Long custou à empresa cerca de 1,5 milhão de dólares, mas eles esperam reduzir significativamente o preço para que possam torná-lo disponível ao público. É difícil imaginar como qualquer proprietário de um animal de estimação aflito poderia pensar que um clone do seu cão resolveria os seus problemas. Afinal, pode parecer o mesmo no exterior, mas não terá a personalidade ou a alma do seu animal de estimação falecido.

Guo Longpeng, da PETA, disse: “A clonagem não é ética. Como qualquer outro animal de laboratório, esses animais são enjaulados e manipulados para fornecer uma lucrativa linha de fundo”. 

Com uma empresa Sul-Coreana a clonar cães para clientes que pagam 100.000 de dólares, isto é de fato uma grande rentabilidade lucrativa.

Fonte:

http://www.naturalnews.com/2017-07-16-chinese-scientists-create-genetically-engineered-pet-dogs.html

transferir Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: