Posts recentes

Escolha o Seu Próprio Género SEM Consultar Um Médico: Governo Anula Regras Sobre a Mudança de Sexo

56.png

Os adultos poderão escolher o seu sexo legalmente sem a necessidade de um diagnóstico médico de disforia de género sob os planos do governo.

Os homens poderão identificar-se como mulheres e as mulheres como homens e terem os seus certificados de nascimento modificados para registar o seu novo género.

Neste momento, eles têm que fornecer provas de que estiveram em transição por pelo menos dois anos antes que possam candidatar-se para mudar legalmente o seu género.

As reformas para ajudar as pessoas transgénero a escolher o sexo legal, que incluem acelerar o processo burocrático, irão ser consultadas neste Outono.

A mesma surge depois que a primeira-ministra Theresa May, nesta semana, ter sugerido que ela estava a preparar-se para reformar a Lei de Reconhecimento de Género, ao afirmar que “quando se trata dos direitos e protecções para pessoas trans, ainda há um longo caminho a percorrer”.

O líder trabalhista Jeremy Corbyn disse que May teria o seu apoio se permitisse que os trans se auto-identificassem o seu género.

Ele disse que a legislação poderia ser aprovada com o apoio do Partido Trabalhista, apesar do acordo do primeiro ministro com o partido socialmente conservador DUP.

No entanto, os críticos alertaram que isso poderia levar a casos legais sobre o acesso a enfermarias do hospital, prisões e centros de crise de estupro apenas para mulheres.

15D5CF0900000514-0-image-a-18_1500799593571

A Ministra das Mulheres e Igualdade Justine Greening disse que queria cortar o estigma enfrentado pelo trans.

Stephanie Davies-Arai, da Transgender Trend, um grupo de pais, disse ao Sunday Times:

“Isso tem grandes implicações para as mulheres. Haverá casos legais. O mais preocupante é se qualquer homem pode identificar-se como uma mulher sem testes e ter acesso a espaços onde as mulheres podem estar a despir-se ou sentir-se vulneráveis ​​- como as enfermarias das mulheres, refúgios e centros de crise de estupro – as mulheres simplesmente abandonarão essas instalações”.

Simon Calvert, do Instituto Cristão, disse:

“É preocupante quando os líderes dos principais partidos políticos estão tão desligados das preocupações das pessoas comuns.

“Precisamos injectar uma dose de realidade nessas discussões sobre o transgenderismo antes que a actual moda política desapareça completamente.

“Permitir que os homens se auto-identifiquem como mulheres sem nenhum diagnóstico médico lhes permite invadir a privacidade das mulheres e raparigas. Onde essa política foi testada nos EUA, as mulheres e as raparigas experimentaram o medo e a humilhação de terem que compartilhar o WC e balneário com homens.

“As pessoas transexuais não são as únicas pessoas com direitos. As mulheres também têm direitos.

“Se os políticos acreditam que podemos redefinir o nosso próprio gênero à vontade, não é de admirar que outros estejam a seguir isso para a sua conclusão lógica e defendem o transracialismo e até mesmo o transervismo. É hora de olhar a realidade dos factos. Algumas coisas não podem ser alteradas.”

429A455700000578-4722056-image-a-33_1500800148450

A primeira-ministra Theresa May, no início desta semana, sugeriu que estava a preparar-se para reformar a Lei de Reconhecimento de Género

A Sra. Greening, que está num relacionamento com uma mulher, disse que o governo estava a progredir no combate ao preconceito feito nos 50 anos desde a despenalização parcial da homossexualidade.

A Lei de Infracções Sexuais de 1967 tornou legal os actos homossexuais privados entre homens com mais de 21 anos de idade.

A actual necessidade de ser avaliada e diagnosticada pelos clínicos é vista como um requisito intrusivo pela comunidade transexual.

A Sra. Greening disse: “Este governo está empenhado em construir uma sociedade inclusiva que funcione para todos, independentemente do seu género ou sexualidade e, hoje estamos a dar o próximo passo em frente.

“Vamos construir sobre os progressos significativos que fizemos nos últimos 50 anos, abordando alguns dos preconceitos históricos que ainda persistem nas nossas leis e dando às pessoas LGBT uma verdadeira opinião sobre as questões que as afectam”.

Suzanna Hopwood, membro do Stonewall Trans Advisory Group, disse: “Estou muito satisfeito pelo facto do Governo cumprir o seu compromisso de rever o Acto de Reconhecimento de Género. A reforma é uma das principais prioridades na nossa visão para remover as enormes desigualdades que as pessoas trans enfrentam no Reino Unido.

“O sistema actual está degradado e quebrado. É vital que esta reforma elimine os requisitos de evidência médica e um painel de entrevista intrusiva e, finalmente, permita que todas as pessoas trans tenham o seu género legalmente reconhecido por meio de um simples processo administrativo. É o que apresentaremos durante esta consulta e, espero ver a mudança de lei logo depois.

Ruth Hunt, directora executiva da Stonewall, disse: “Estamos satisfeitos que o governo reconheça que ainda há mais a ser feito para garantir que todas as pessoas lésbicas, gays, bi e trans sejam aceites sem excepção e sejam bem-vindas ao anúncio de novas medidas para enfrentar algumas das desigualdades que ainda existem.

“Precisamos de um processo simples que não seja medicalizado, intrusivo ou degradante. Instamos o Governo a assegurar que todas as comunidades trans sejam consultadas e a agir rapidamente sobre as suas preocupações”.

Ben Wilson, Director executivo da Comissão de Igualdade e Direitos Humanos, disse: “Ainda há muito mais a fazer para garantir que as pessoas trans possam viver como elas escolhem sem medo de discriminação ou hostilidade.

“Congratulamo-nos com o facto de o Governo priorizar isso e procurar opiniões das próprias pessoas trans.

“Vamos alimentar informações sobre uma ampla gama de questões levantadas na escola e no trabalho para outras áreas da vida”.

A consulta também abordará se aqueles cujo género é “não binário” devem ser capazes de definir-se como “X” nas suas certidões de nascimento.

Uma consulta separada na Escócia vai ainda mais longe e propõe uma redução na idade em que as pessoas podem mudar o seu género que vai dos 18 aos 16 anos.

O Governo também anunciou o período de diferimento de doação de sangue para homens que tenham contacto sexual com outros homens, será reduzido de 12 meses para três meses, aumentando o suprimento de sangue do doador disponível para operações que salvam vidas.

O medo das infecções levou a uma proibição de homens gays que deram sangue no auge da epidemia da Aids, mas em 2011 isso mudou de modo a permitir que os homens doassem sangue um ano após terem tido sexo.

Isso será reduzido novamente em 2018 devido a avanços médicos sob planos para o NHS (Serviço Nacional de Saúde) na Inglaterra.

Ethan Spibey, fundador, do FreedomToDonate disse: “O anúncio de hoje do governo marca uma política mundial de doação de sangue para homens gays e bissexuais e outros grupos anteriormente restritos.

“Estou tão orgulhoso que o trabalho do FreedomToDonate e dos nossos apoiantes ajudem a permitir que mais pessoas do que nunca possam doar sangue com segurança. Comecei esta campanha porque queria retribuir o doador que salvou a vida do meu avô após uma operação importante e esse anúncio significa que estou mais perto que nunca de fazer isso”.

Fonte:

http://www.dailymail.co.uk/news/article-4722056/Government-plans-allow-transgender-pick-gender.html

transferir Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: