Posts recentes

Vida No Planeta Vénus

venus-11587_960_720.jpg

Mencionamos no capítulo sobre as civilizações de Alpha Centauri que a raça de Akon era originalmente de Vénus, mas isso ocorreu num momento em que a superfície de Vénus era mais habitável dentro de uma perspectiva mais tridimensional, um pouco proporcional à Terra.

Agora é claro que a sua atmosfera de terceira dimensão é dura, turbulenta e quente; não é compatível com a vida humana.

No entanto, é habitada dentro de um espectro de frequência diferente. Isso seria numa maior gama de energias, como é o caso de todos os planetas do nosso sistema solar, além da Terra.

A superfície do planeta sempre causou um mistério aos astrónomos, com o seu véu perpétuo de nuvens. As informações dadas no livro de Ernest Norman The Voice of Venus é que este cobertor de vapor não é uma oclusão natural.

A superfície foi protegida deliberadamente pelos venusianos por meio de energia de alta frequência, com condensação etérea formando um envelope ao redor do planeta; com o objectivo de evitar a confusão do homem no avanço da possível detecção científica de elementos inexplicáveis ​​e estranhas radiações.

De fato, existem civilizações magníficas em Vénus que existem em vibrações mais altas do vórtice atómico e, consequentemente, maiores dimensões. Isso coloca a sua existência fora da banda 3D material de energias reaccionárias e, portanto, não é vulnerável às graves condições ambientais físicas ou 3D no planeta Vénus.

No entanto, todos os níveis e dimensões interagem e haverá correspondências entre a atmosfera de nível superior e a física.

Mas mesmo no nível físico em Vênus há consistência de condições climáticas e sem regiões nevadas, devido ao eixo do planeta não estar inclinado, como é a Terra, criando as estações climáticas.

Em mundos de dimensões superiores como este, existem formas inferiores de vida, mas não há sobrevivência predatória ou sobrevivência do mais apto.

A nutrição é feita por meio de prana (energia cósmica) na respiração nas formas relativamente mais baixas, mas nas formas de energia mais quatro dimensões além das configurações atómicas do escalão superior do desenvolvimento dos venusianos, a alimentação está no contacto ou ressonância oscilante com o Infinito.

Essas civilizações de maior frequência em Vénus desfrutam de um ambiente de beleza e brilho iridescente de cor, indescritível para os terráqueos: opalescência radiante dos oceanos, vegetação abundante e, montanhas de cristal e vida harmoniosa de animais, pássaros e insectos. Existem sociedades que expressam diferentes níveis da escala da consciência e vivem separadamente em diferentes cidades.

Em geral, no entanto, os habitantes encontrarão cidades de cristal, castelos de fadas, clareiras florestais, ambientes iluminados pelo resplendor perpétuo das formas infinitas, caleidoscópicas e multi-variedadas de aves e borboletas, tons de arco-íris que reflectem veios espumantes de luz radiante e uma “atmosfera” revigorante, livre de energias poluentes.

A forma mais baixa do homem em Vénus é correspondente ao sábio adepto ou guru na Terra e, até a inteligência de uma criança superaria qualquer humano brilhante.

Para tornar-se um habitante de Vénus – e não há nascimento como o homem entende – uma pessoa telepaticamente e, do seu ponto de vista, alcançará espiritualmente um plano ou lugar harmonioso e, então procurar uma família e comunicar os seus desejos.

O grupo familiar, por meio da psicocinese, constrói um corpo para o novo indivíduo que entra nele. Os participantes tornam-se os pais que podem ter que reabastecer a estrutura do corpo de vez em quando até que o novo espírito faça os ajustes necessários.

Estruturas como edifícios ou a própria casa são criadas pela materialização por meio de habilidades psicocinéticas.

Isso dá origem a grandes variações de design ou arquitectura. As cidades mais avançadas estão nas montanhas e, as menos desenvolvidas nos vales ou nas planícies planas. Como já mencionamos, esses níveis inferiores de consciência estão bem acima a dos terráqueos, mas, no entanto, muitos desses seres ainda têm vínculos com as existências do passado materialista e sentem a necessidade de experiências correspondentes, como por exemplo comer.

Os edifícios podem ser enormes com interiores extremamente espaçosos, embora a altura média dos venusianos não seja muito maior que o homem da terra. As cidades podem apresentar uma bela série de cúpulas, minaretes e espirais, vias adornadas com plantas e flores dignas de um sonho de horticultor.

A construção, posicionamento e formas de certos centros são projectados arquiteturalmente para filtrar e regular o influxo de energias cósmicas para fins meditativos e comunicação com outros mundos ou universos. Em particular, Vênus é conhecida pela sua dispensa e administração de energias de cura e, consequentemente, é referido como o planeta mãe para o sistema solar e é o planeta mais espiritualmente avançado no nosso sistema.

Resumidamente, acrescentemos que o Lama tibetano, Lobsang Rampa, descreve no seu livro My Visit to Venus uma experiência semelhante ao que foi mencionado acima.

Ele explica que Vénus estava coberta de “nuvens brancas felpudas” que poderiam ser varridas à medida que a nave espacial entra, com o toque de um botão (indicando campos de força artificiais) para revelar um mundo cintilante de imensas estruturas etéreas, espirais, cúpulas bulbosas, pontes como redes de trabalho.

As cores eram lindas e deslumbrantes: vermelhos, malva, ouro, roxo, azul, etc. Havia luz em todos os lugares, sem sombras, como se a luz viesse de todas as direcções. Não havia sol. Todas as pessoas eram lindas fisicamente e espiritualmente.

Ele conta que foi levado para o Hall of Knowledge num veículo que viajava a uma velocidade enorme, elevado a cerca de 6 metros acima do solo. Lhe foi mostrado a história da Terra.

A Unarius Educational Foundation  refere-se a Vênus como o planeta mais espiritualmente avançado no nosso sistema solar e produziu o excelente livro The Voice of Venus a partir do qual grande parte deste material foi tirado.

Houve contatos diretos de contactados de OVNI venusianos, por exemplo, Rolf Telano descreveu no livro The White Sands Incident in Daniel Fry que lhe foi oferecido uma viagem a Nova York e de volta e viajou a uma velocidade média de 8,000 mph.

Ele foi informado de que, há 10.000 anos, os seus antepassados ​​haviam vivido na Terra na Lemúria. Eles construíram um grande império e desenvolveram uma ciência e tecnologia avançada, mas no fim deixaram a Terra.

Presumivelmente, foi quando eles foram ao sistema Alpha Centauri.

Fonte:

http://www.bibliotecapleyades.net/vida_alien/esp_vida_alien_115.htm#LIFE_ON_VENUS

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: