Posts recentes

Síndrome De Possessão Espiritual

Ghost

“A condição de possessão espiritual (isto é, a controlo total ou parcial de um ser humano vivo por um ser desencarnado) foi reconhecida ou pelo menos teorizada em todas as eras e culturas. Em 90% das sociedades em todo o mundo existem registos de fenómenos semelhantes à possessão (Foulks, 1985).

Extensivas evidências clínicas contemporâneas sugerem que os seres desencarnados, os espíritos dos seres humanos falecidos, podem influenciar as pessoas vivas, formando uma conexão física ou mental ou ligação e, subsequentemente impõem condições e sintomas físicos e/ou emocionais prejudiciais. Essa condição tem sido chamada de “estado de possessão”, “desordem de possessão”, “possessão espiritual” ou “ligação espiritual”.

Espíritos ligados à Terra, a consciência sobrevivente de humanos mortos, são as entidades mais possuidoras, obcecadas ou ligadas que existem. A consciência desencarnada parece ligar-se e fundir-se total ou parcialmente com a mente subconsciente de uma pessoa viva, exercendo algum grau de influência sobre os processos de pensamento, emoções, comportamento e corpo físico. A entidade torna-se um parasita na mente do hospedeiro. Uma vítima dessa condição pode ser totalmente amnésica sobre episódios de controlo completo.

(…) Uma ligação pode ser benevolente por natureza, totalmente egoísta, mal intencionada ou completamente neutra. A ligação a qualquer pessoa pode ser completamente aleatória, até mesmo acidental. Pode ocorrer simplesmente por causa da proximidade física da pessoa que está a morrer no momento da morte. Em cerca de metade dos casos encontrados na prática clínica, é uma escolha aleatória, sem conexão prévia nesta ou qualquer outra encarnação. No restante, alguma conexão pode ser encontrada, alguns problemas não resolvidos dessa ou de outra vida.

Qualquer sintoma ou condição mental ou física, emoção forte, sentimento negativo reprimido, necessidade consciente ou inconsciente pode agir como um imã para atrair uma entidade desencarnada com a mesma emoção ou condição, necessidade ou sentimento. Raiva e ira, medo e terror, tristeza e sofrimento, culpa, remorso ou sentimentos de necessidade de punição podem convidar entidades com sentimentos semelhantes. O stress severo pode causar susceptibilidade à influência de um espírito intrusivo. Alterando a consciência com álcool ou drogas. especialmente os alucinogénos, afrouxam os limites externos do ego e abrem a mente subconsciente à infestação por seres desencarnados. O mesmo vale para o uso de analgésicos fortes e os anestésicos necessários em cirurgia. Uma codeína tomado para o alívio da dor de uma extracção dentária pode alterar suficientemente a consciência e permitir a entrada de um Espírito.

Intrusões físicas, como a cirurgia ou transfusão de sangue, podem levar a ligação de uma entidade. No caso de um transplante de órgão, o Espírito do doador de órgãos pode literalmente seguir o órgão transplantado para o novo corpo. Trauma físico de colisão automática, queda acidental, espancamento ou qualquer golpe na cabeça pode tornar uma pessoa vulnerável a um Espírito intrusivo.

A abertura e a entrega durante a relação sexual pode permitir a troca de entidades ligadas entre duas pessoas. Abusos sexuais como estupro, incesto ou abuso de qualquer tipo cria uma vulnerabilidade à invasão do Espírito. A violência durante o abuso sexual aumenta a probabilidade de invasão por um espírito oportunista. Um espírito pode estar ligado à terra pelas emoções e sentimentos ligados a uma morte traumática repentina. Raiva, medo, ciúme, ressentimento, culpa, remorso e até fortes laços de amor podem interferir na transição normal.

Crenças religiosas erróneas sobre a vida após a morte podem impedir que um espírito se mova para a Luz, porque a experiência após a morte não coincide com as falsas expectativas ou noções preconcebidas da maneira como é suposto ser. Após a morte por overdose de drogas, um espírito recém falecido mantém um forte apetite pela droga e, essa fome não pode ser satisfeita no reino não físico. O ser deve experimentar a droga através do sensorium de uma pessoa viva que usa a substância. Isso só pode ser realizado através de uma ligação parasitária à pessoa. Muitos consumidores de drogas são controlados pelo espírito de um viciado em drogas falecido.

A possessão espiritual não requer a permissão do hospedeiro. Isso parece ser uma violação do livre arbítrio. Também parece refutar a noção popular de que cada pessoa é totalmente responsável por criar a sua realidade e que não há vítimas. O aparente conflito aqui provém das definições de permissão e livre arbítrio. Ignorância e negação da possibilidade de interferência do espírito não é defesa contra a possessão espiritual. A crença ou falta de crença em relação à existência de entidades intrusivas não tem relação com a realidade desses seres e o seu comportamento.

Em negação e ignorância, a maioria das pessoas não recusam a permissão para esses intrusos não físicos. Os seres soberanos individuais têm o direito de negar qualquer violação ou intrusão por outro ser. Com conhecimento limitado, se houver e, percepções distorcidas da natureza do mundo espiritual, a realidade não-física, muitas pessoas abrem-se e criam a sua própria vulnerabilidade como parte da criação da sua própria realidade.

Hoje em dia, é moda entre muitos entusiastas da “Nova Era” tentar canalizar algum poder superior, um professor espiritual ou mestre que use o mecanismo de voz de qualquer pessoa disposta a falar “palavras de sabedoria”. Alguns usam a terminologia “para o meu bem maior” quando pedem que um espírito o canalize. Esta actividade constitui permissão e boas-vindas para um espírito desencarnado. Os identificadores como “mestre” e “professor” e qualificadores como “para o meu bem maior” serão reivindicados pelas entidades como identificações, qualidades ou atributos pessoalmente válidos. … O anfitrião geralmente não tem consciência da presença de espíritos ligados. Os pensamentos, desejos e comportamentos de uma entidade ligada são vivenciados como pensamentos, desejos e comportamentos da própria pessoa. Os pensamentos, sentimentos, hábitos e desejos não parecem estranhos se estiverem presentes há muito tempo, até mesmo desde a infância. Este é um factor importante na negação generalizada do conceito e na falta de aceitação dos fenómenos de interferência desencarnada e possessão, obsessão ou possessão espiritual.

Na maioria dos casos, uma pessoa só pode experimentar e reconhecer a realidade da condição após uma entidade ligada ter sido libertada. A realização pode ocorrer alguns meses depois de uma sessão de libertação, quando a pessoa repentinamente percebe a ausência de uma atitude familiar, desejo, vício ou comportamento. Os sintomas de possessão espiritual podem ser muito sutis. Um espírito ligado pode estar presente sem produzir qualquer sintoma perceptível.

(…) Uma pessoa viva pode ter dezenas, até centenas de espíritos ligados, já que eles não ocupam espaço físico. Eles podem unir-se à aura ou flutuar dentro da aura fora do corpo. Se qualquer parte do corpo do hospedeiro tiver uma fraqueza física, o espírito ligado à Terra pode ligar-se àquela área por causa de uma fraqueza ou dano correspondente ao corpo físico do espírito antes da morte. Um espírito pode instalar-se em qualquer um dos chakras do hospedeiro, atraídos pela energia particular do chakra ou pelas estruturas físicas desse nível do corpo.

… Uma entidade ligada pode estar associada a qualquer faixa emocional de uma pessoa viva, como a raiva, o medo, a tristeza ou a culpa. A energia emocional da entidade intensifica a expressão de uma emoção específica, muitas vezes levando a reacções exageradas inadequadas às situações da vida quotidiana.

… A influência mental, emocional e física de uma entidade ligada pode alterar o caminho original das opções e oportunidades kármicas do hospedeiro. Ele pode interromper a linha de vida planeada ao acelerar a morte ou prolongar a vida, interferindo assim em qualquer ponto de verificação específico. Uma entidade do sexo oposto pode influenciar a preferência sexual e a orientação sexual. Uma entidade ligada pode influenciar a escolha dos parceiros do casamento e a escolha de um parceiro para um caso extraconjugal.

Muitas áreas da vida de uma pessoa podem ser influenciadas por uma ou mais entidades  ligadas. Em resumo, a possessão espiritual pode interferir em qualquer aspecto da vida do hospedeiro desavisado.

… Os sintomas de possessão espiritual podem ser muito sutis. Um espírito ligado pode estar presente sem produzir nenhum sintoma perceptível. No entanto, as entidades ligadas sempre exercem alguma influência, desde um menor consumo de energia até um grau maior de controlo ou interferência. A possessão e controlo completo podem resultar na supressão da personalidade original. O espírito ligado à Terra não substitui o espírito de direito no corpo em tal caso, apenas usurpa o controlo. Um espírito ligado à Terra não pode manter a vida num corpo humano depois que o espírito original separou-se do corpo na transição da morte”.

Fonte:

https://veilofreality.com/spirit-possession-syndrome/

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino 

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: