Posts recentes

Um Jardim Prometido … Cheio De Paz

20190215_172858

Durante anos, sempre ouvi o que as pessoas diziam sobre a meditação, então em parte quem sabe isso sem dúvida despertou em mim o desejo de meditar. As pessoas, em vídeos e em livros associavam a prática da meditação com o bem-estar físico, mental e com uma ligação com o que está fora do alcance dos nossos órgãos sensoriais, então nasceu a curiosidade de ver o que há além dos 6 sentidos.

Essa curiosidade nunca desapareceu e continua mais forte do que nunca, com este desejo e curiosidade, outros dois elementos juntaram-se ao clube, a sabedoria no ataque e a humildade na defesa.

Depois de várias tentativas falhadas, pude em Março de 2013 realizar um dos grandes sonhos da minha vida, ou pelo menos embarcar naquilo que acreditava ser o caminho que me levaria ao descobrimento do que existe além das portas sensoriais, foi um choque quando descobri que pelo menos essa técnica, “Meditação Vipassana” não tinha nada a ver com viagens em lugares desconhecidos e encontros com seres multi-dimensionais, essa era ou é uma técnica que acabou com todas as minhas ilusões e decepções e, com ela ganhei sabedoria e respeito pela meditação, descobri ainda que o grande objectivo desta meditação é a purificação da mente, a libertação de todos os condicionamentos e a liberdade não só do ciclo de existência de vida após vida, mas do fim da vida e da própria existência. Assustador!

Fui, esperando uma coisa e saí de lá com outra, não encontrei os seres de outras dimensões e nem visitei lugares desconhecidos, mas tive conhecimento de quanto a nossa mente é complexa e das muitas impurezas que nela residem, impurezas que até então desconhecia existirem, impurezas que carrego vida após vida e, assim como em outras vidas trabalhei com esta técnica para purificar a minha mente, queria o destino ou forças que no momento não compreendo que nesta, também desse continuidade do mesmo processo e, que processo.

Tempestade e Turbulência … e Um Capitão Inexperiente

20190215_141206.jpg

Quando se fala em mudança, todo mundo pensa em grandes mudanças, em mudanças significativas, em mudanças titânicas, em mudanças concretas e visíveis, porém para ser honesto eu não sinto as mudanças que queria e, que mudança queria que tivessem acontecido comigo?

Bem, sempre estive ciente das minhas impurezas, a nível superficial, ou digamos na mente consciente, mas depois de perceber o tsunami de impurezas na mente inconsciente, ficou claro que elas permanecem adormecidas e continuam a multiplicar-se numa velocidade quiçá maior que a da luz, apenas tinha um desejo, o de livrar-me de todas as impurezas e condicionamentos mentais e infelizmente cá estou eu com a bagagem de impurezas desta vida e quiçá de quantas outras vidas. A purificação da mente é um processo árduo e longo, pode levar um tempo incalculável e, quando digo incalculável falo de éons, mas uma coisa é certa, apesar de serem pequenos os meus passos nessa árdua jornada, muita coisa mudou na minha vida, a forma de ver o mundo, a maneira de relacionar-me com as pessoas e, hoje sou capaz de ver as minhas impurezas com maior facilidade, claridade e lidar com as mesmas com muito mais maturidade.

Nos anos primordiais, meditar era uma luta, sempre fui muito talentoso em encontrar desculpas para não meditar, do nada conseguia encontrar milhões de coisas para fazer, desde que não me sentasse para meditar, até porque em cada sessão, não só enfrentaria todas e mais alguma impureza, bem como uma dor de dilacerar o coração, sentar na famosa posição de pernas cruzadas era para mim a forma mais próxima de imaginar a dor de parto de uma mulher, dores e mais dores, impurezas e mais impurezas, impurezas de toda a natureza, então a forma mais fácil era fugir e, não ter que enfrentar mais dor, afinal a vida em si já é a soma total de todas as dores, um sumo-sacerdote de dor e, nós sempre fugimos dos problemas de uma ou de outra forma. Fugimos dos relacionamentos problemáticos, fugimos da dor, fugimos da verdade, fugimos de nós mesmos, fugimos e camuflamos os nossos defeitos e embelezamos e ampliamos as nossas supostas qualidades.

Nessa altura, não tinha ainda percebido o que realmente era meditar e quão poderosa é essa técnica. Apesar de não ter muita disciplina, sabia que não devia perder essa técnica muito menos parar de meditar. E assim fiz, não abandonei a técnica, apesar de não meditar com muita frequência e a perseverança deu frutos maravilhosos.

Confirmando A Existência Dos 7 Factores De Iluminação

noite

Com o tempo e momentos de altos e baixos, pude ganhar maturidade e a determinação tornou-se cada vez mais forte.

Hoje, a minha visão sobre a meditação foi completamente mudada e transformada, hoje tenho uma compreensão muito maior daquilo que estou a fazer e quero e, isso torna a jornada muito mais simples e agradável. Os erros de principiantes desapareceram e as sessões tornaram-se um momento sagrado, corremos o dia inteiro, somos máquinas poderosas de aversão, desejo e ignorância.

Todo o nosso dia e vida inteira resume-se em apenas três coisas, Desejo, Aversão e Ignorância.

Uma hora de manhã e uma de noite, são momentos preciosos em que posso estar comigo mesmo, com as minhas impurezas, oh e as essas “benditas” impurezas são de todos os tipos e feitios imagináveis, medo, raiva, paixão, ódio, ganância, tesão, aversão, ego, senso de superioridade, oh a lista é longa, porém nessas duas horas ou mais, posso analisar os meus desejos, toda a minha aversão pelas coisas que detesto e toda a minha ignorância, no processo de observação destas três causas de toda a infelicidade, tornou-se fácil identificar a sensação relacionada com um determinado tipo de pensamento, sano ou insano, observando sem reagir e deitar mais combustível no fogo sinto-me tão leve e suave, o corpo perde todo o seu peso e aos poucos toda a sua estrutura maciça e compacta quase que desaparece, é quase como se não tivesse corpo, a respiração torna-se tão ténue, tão subtil, as vezes desaparece por alguns instantes, oh e a paz que se segue é tão serena e doce, tanta paz, tanta serenidade, tanta paz, tanta paz, mas tanta paz que da quase vontade de chorar de experimentar tanta paz e tranquilidade.

Bem no início dessa técnica, pude experimentar uma concentração nunca antes experimentada, estava absorvido completa e totalmente no objecto da minha meditação, “o respiro”, tudo desapareceu, parecia que nada ao meu redor existia, apenas o objecto da minha meditação, não sabia o que era na altura, mas hoje sei que atingi uma forma de samadhi, uma absorção, tão forte, tão profunda, uma suspensão de tudo, tão incrível e tão lindo ao mesmo tempo que isso mudou completamente o que acreditava ser a meditação.

Em seguida, alguns anos depois, experimentei tanta paz, uma paz tão grande, tão profunda que depois de terminar a sessão chorei de tanta comoção e gratidão. Passaddhi ou seja, tranquilidade, apanhou-me desprevenido e hoje sei o que é paz, o que significa verdadeiramente paz, paz que vem de dentro, paz que não depende de ninguém e, todos os dias desejo que todo ser humano tenha e sinta essa paz.

Uma outra experiência recorrente, é uma forma de celibato natural.

Essa, é uma técnica que conduz o indivíduo a um estádio de celibato natural, onde toda vontade sexual é completamente erradicada, isso, claro acontece nos estádios mais avançados, estádios tão altos e avançados que os indivíduos que atingiram a meta final são considerados santos, seres iluminados e, quando ouvi isso pela primeira vez, eu tive que rir, ri tanto, tamanha era a minha ignorância que não podia fazer outra coisa a não ser rir.

Afinal, como pode um ser humano deixar de sentir vontade de ter sexo de forma natural? Patético!

Isso só pode ser invenção desses professores, será que existe alguém no mundo que não sinta vontade de ter sexo? hummm, o simples facto de pensar nessa possibilidade fez-me rir porque sabia que isso nunca iria acontecer comigo, eu? Graciano, perder os desejos da carne? prefiro a morte, apenas continuei a praticar porque todo esse lenga lenga era patético, quanta arrogância Graciano.

Parecia algo muito supersticioso, algo muito religioso e dogmático, então descartei essa teoria e simplesmente continuei a fazer o meu trabalho, se for uma teoria valida e se houver alguma verdade nisso, um dia poderei experimentar.

E quando menos esperava, tive essa experiência, não uma mais varias vezes. É difícil explicar em palavras e descrever exactamente o que acontece, mas basicamente o desejo sexual desaparece completamente, é como alguém que vê e de repente deixa de ver. Alguém que sempre teve os seus órgãos sensoriais a funcionar lindamente e de repente deixa de funcionar. É como estar habituado a comer alimentos com sal e de repente passar a comer apenas comidas sem sal.

No meu caso, falo por mim, mesmo não estando com a mente virada para o sexo, é um desejo que está sempre aí, existe e eu sinto esse desejo em cada fibra do meu corpo e, de repente ele some completamente, pode parecer assustador, mas é a coisa mais linda do mundo, sinto o corpo mais leve, mais vivo, com muito mais energia e vigor, é como se um peso enorme tivesse sido tirado de mim, quando comparo os dois estádios, o com desejo e o sem desejo, o desejo é como uma prisão, uma constrição, um condicionamento, um programa instalado e sem a necessidade de ocupar tanto espaço e, quando estou sem este desejo, quando estou na modalidade celibato, sinto-me simplesmente leve e capaz de voar.

Durante, o percurso de um meditador vipassana, ele experimenta várias coisas como as que acabei de descrever, mas até os iniciantes e novatos como eu, também experimentam isso, quanto mais avançado for o meditador, mais intenso e profundo e refinado são essas experiências. No meu caso são ainda muito primitivas, porém são coisas que nunca imaginei existirem, nem serem possíveis.

Mas a técnica é tal que, até esses momentos são obstáculos para o verdadeiro progresso em direcção a meta final, Niroda, a cessação de toda a formação, de toda a existência.

Continuo a mesma pessoa, um pouco mais maduro, um pouco mais determinado a descobrir as coisas através de experiências reais, agora e nessa vida, para poder falar com base nas minhas experiências, para poder partilhar aquilo que penso sobre o mundo, sobre quem somos e onde vamos.

  • Somos humanos?
  • Somos consciência infinita?
  • Somos espíritos?
  • Temos alma ou somos uma alma?
  • Somos viajantes no tempo e espaço?
  • Somos seres multi-dimensionais?

O conhecimentos dos outros nunca será nosso até experimentar-mos nós mesmos, aí já não acreditas, passas a saber. Hoje posso usar esses termos mas o que tenho descoberto tem-me dado uma compreensão profunda e abissal.

Continuo com as mesmas impurezas, sim, elas não desapareceram, um pouco de raiva aqui, um pouco de tesão acolá e, entre uma e outra coisa, com maior e menor intensidade, também sinto muita paz e amor, gratidão e serenidade e acima de tudo paz de “espírito”.

As minhas impurezas continuam permanentes, mas não com a mesma intensidade de alguns anos atrás.

“Não há um verdadeiro caminho espiritual, sem a purificação da mente.”

Tenho sido abençoado com muitas visões e, todas estão quase sempre relacionadas com o futuro, a alguns meses que tenho tido uma visão de mim mesmo, já velhinho, sentado na famosa posição de meditação, vestido ou coberto de pano, não a clássica roupa de um monge, mas estou coberto de pano e imerso na meditação, irradiando uma luz e presença simplesmente incrível, fisicamente neste mundo mas com a consciência em outro lugar, num jardim prometido, um jardim de muita paz e harmonia, um lugar onde os sonhos deixam de existir, um lugar onde as 6 portas sensoriais não mais funcionam e, é la nesse jardim onde vou.

Sinto-me e serei eternamente grato por todos aqueles que de alguma forma ou de outra preservaram essa técnica e hoje posso provar desse néctar, há dias que sou bombardeado com paz, outros dias gratidão, outros dias um amor por todos, um amor tão grande que as vezes apetece-me abraçar as pessoas e dizer o quanto as amo, que fenómeno maravilhoso de mente e matéria, ….

Até o próximo artigo, continuarei a investigar este fenómeno de mente e matéria através dessa técnica, rumo ao meu Jardim Prometido, com uma mente aberta, disposta a aceitar a realidade, feliz de aprender com resultados concretos, mas com um objectivo bem definido … Niroda

Que Todos Os Seres Sejam Felizes

Graciano Constantino

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

1 Comment on Um Jardim Prometido … Cheio De Paz

  1. Identifico-me!
    Obrigada pela partilha!
    Sinto Esperança no meu Coração!
    Um abraço.
    Atentamente
    Sandra Simões

    Gostar

Deixe uma Resposta para Sandra Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: