Posts recentes

Espanha Cria Uma Lista De Quem Se Recusar A Receber A Vacina COVID-19

A Espanha tornou-se no primeiro país da Europa a criar um registo mantido pelo governo com uma lista dos nomes dos cidadãos que recusaram a vacina COVD-19, uma lista que será compartilhada com outros governos europeus. O Ministro da Saúde da Espanha, Salvador Illa, anunciou recentemente que o país irá estabelecer um registo dos cidadãos que recusaram a vacina COVD-19 quando ela foi oferecida e as razões pelas quais recusaram.

Embora a Espanha não tenha exigido a vacinação COVID-19, a ameaça de inclusão numa lista paira sobre todos os cidadãos espanhóis quando são contatados pelas autoridades regionais de que é a sua vez de receber a vacina. Caso recusem a vacina, o seu nome será adicionado à lista, que será compartilhada com outras nações europeias. Illa disse que esta lista não será acessível ao público ou empregadores, mas será conservada a fim de manter um registo de quem recebeu a vacina e quem a recusou, Illa declarou:

Para as pessoas que receberem uma terapia e que a recusarem por qualquer motivo, terão o seu nome num cadastro… que não há erro no sistema, por não ter dado a essa pessoa a possibilidade de ser vacinada.

Compartilhar A Lista De Nomes De Pessoas Que Recusam A Vacina COVID-19 Pode Levar A Sanções Punitivas

No entanto, se a razão declarada para manter uma lista de nomes de cidadãos não vacinados é simplesmente ter um registo daqueles que receberam a vacina, por que seria necessário observar quem aceitou ou rejeitou a vacina e por que motivo? E por que seria necessário compartilhar os nomes dos não vacinados com outros países?

Também levanta preocupações sobre como a lista de nomes pode ser usada indevidamente para aplicar sanções punitivas aos não vacinados no futuro. O meio de comunicação europeu L’Union Sarda especulou:

Mas o fato de que será compartilhado com outros países da UE pode levar à proibição de viagens para aqueles que recusam a vacina. Sem mencionar o fato de que a decisão da Espanha pode abrir caminho para medidas semelhantes em outros países europeus.

Este sentimento de cautela foi ecoado pelo vice-diretor do Conselho Geral de Enfermagem da Espanha, José Luís Cobos, que afirmou:

O mais importante é saber como o registo será utilizado. Se for para fins de saúde pública para entender melhor o COVID, e for anónimo, isso é uma coisa. Mas se for ‘agora estou na lista das pessoas más’, é outra coisa. Não achamos que um registo deva ser usado para infringir liberdades ou para empregadores contra pessoas.

Será Que A Prova De Vacinação COVID-19 Será Exigida Para Entrar Em Espaços Públicos?

Não parece haver consenso entre os funcionários espanhóis quanto ao objetivo da lista e como ela será usada. Embora o primeiro-ministro do Reino Unido para implantação de vacinas, Nadim Zahaw, tenha dito que as vacinações COVID-19 são voluntárias, ele indicou que empresas abertas ao público, como os cinemas, ginásios e companhias aéreas, podem em breve exigir prova de vacinação e, para facilitar isso, o governo estava a explorar a tecnologia que rastrearia a conformidade com a vacina.

Exigir prova de vacinação COVID-19 para viajar e participar de atividades da vida diária se tornaria um mandato de fato, pois as pessoas seriam punidas se não fossem vacinadas. A aplicação de sanções sociais por não receber uma ou mais doses da vacina COVID-19 equivaleria à coerção dos cidadãos relutantes em concordar em ser vacinados, minando o princípio ético do consentimento voluntário e informado para a assunção de riscos médicos.

A chefe da Agência Espanhola de Medicamentos, María Jesús Lamas, disse que a lista seria usada “para entender as causas do declínio da vacinação… dúvida ou rejeição”.

Recorrer a compilar uma lista de cidadãos que exercem o seu direito de recusar a injeção de uma nova vacina testada há menos de um ano e compartilhar essa lista com outras nações é uma reminiscência das táticas movidas pelo medo usadas durante a era McCarthy . Na década de 1950, milhares de americanos foram colocados numa lista e acusados ​​de serem desleais aos Estados Unidos, na maioria das vezes com pouca ou nenhuma evidência. As pessoas que tinham os seus nomes na lista tiveram as suas carreiras e reputações destruídas e muitos foram forçados a deixar o país sob uma nuvem de suspeitas.

É alarmante pensar que qualquer país escolheria repetir aquele período sombrio da história.

Espanha Planeia Vacinar 2,3 Milhões De Pessoas Contra A Vacina COVID-19 Até O Final De Março

A Espanha, que foi especialmente atingida pela nova pandemia do coronavírus, está a usar a vacina Pfizer-BioNTech aprovada no final de Dezembro. A vacina é administrada em duas doses, com 21 dias de intervalo. O país planeia vacinar 2,3 milhões de pessoas nas próximas 12 semanas. Até 4 de Janeiro, 83.000 doses da vacina foram administradas a cidadãos da Espanha.

Entre Novembro e Dezembro de 2020, o número de cidadãos na Espanha que disseram não concordar em ser vacinados caiu de 47 por cento para 28 por cento. Não está claro se a ameaça de serem colocados num registo do governo com uma lista de nomes daqueles que se recusaram a receber a vacina COVID-19 e potencialmente serem excluídos da sociedade influenciou a decisão das pessoas de aceitar a vacina.

Illa reiterou que o governo da Espanha está determinado a administrar a vacina COVID-19 ao maior número de cidadãos possível. Ele disse:

Todos nós vemos que a melhor forma de vencer o vírus é vacinar todos, quanto mais, melhor”, e a vacinação deve ser vista como” um ato de solidariedade para com os nossos entes queridos e a nossa cidadania.

Illa, como muitos outros funcionários do governo, assume que a vacina experimental de RNA mensageiro (mRNA) BNT162b2 COVID-19 da Pfizer / BioNTech fará mais do que prevenir a doença COVID-19 de moderada a grave, mas também bloqueará a infecção e interromperá a transmissão da SARS- Vírus CoV-2. No entanto, a fim de prevenir a infeção assintomática e a transmissão do coronavírus, uma vacina precisaria produzir anticorpos para impedir a replicação do vírus e ainda não há evidências científicas suficientes que demonstrem que as vacinas COVID-19 evitam que as pessoas vacinadas sejam infetadas, transportando e espalhar o vírus para outras pessoas.

Fonte:

https://thevaccinereaction.org/2021/01/spain-creates-a-list-of-those-who-refuse-to-get-covid-19-vaccine/

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Atualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

2 Comments on Espanha Cria Uma Lista De Quem Se Recusar A Receber A Vacina COVID-19

  1. Ola Graciano. Gosto de o ver no ativo. Já suspeitava que quem não tomar a vacina, iria ser discriminado de alguma forma. No entanto alegam que a vacina não é obrigatória. Quem não quiser tomar a vacina será excluído, levando a pessoa a se submeter para ter direito às coisas. Desejo que tudo seja diferente. Namaste

    Gostar

    • Olá Marinheiro, é bom estar de volta <3.
      Nessa fase, eles vão tentar de tudo e mais alguma coisa, vão continuar a apertar o cerco e esperar que o desanimo seja uma constante em nossas vidas, o cansaço e stress, o tédio e sem falar no desemprego etc etc… e depois quem não ter a vacina não pode ter isso ou aquilo… mas vamos visualizar que tudo seja diferente… num quarto completamente escuro, uma única vela acesa pode dissipar toda a escuridão.
      Abraço

      Gostar

Deixe uma Resposta para Graciano Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: