Posts recentes

Após Recuperação, Sul-Africanos Voltam A Ser Infectados Com A Variante Covid-19

Algumas pessoas na África do Sul foram re-infectadas com variantes do Covid-19 depois de já terem se recuperado do vírus, disse o cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, na sexta-feira.

“Estamos agora a receber relatos de pessoas a serem re-infectadas com a nova variante do vírus, e houve alguns relatos iniciais da África do Sul sugerindo que as pessoas que tiveram infecção anterior podem ser infectadas novamente”, disse ela num noticiário da OMS.

Swaminathan não especificou o número de pessoas re-infectadas na África do Sul, mas disse que os estudos científicos em andamento estão a analisar por quanto tempo os anticorpos protegem as pessoas depois de terem contraído o vírus.

O cientista disse que um estudo recente do Reino Unido com trabalhadores de saúde descobriu que 85 por cento da coorte havia desenvolvido proteção contra serem reinfectados com o Covid-19 seis a oito meses depois de terem contraído o vírus.

Um estudo da África do Sul publicado em formato pré-impresso no mês passado descobriu que a mutação indígena do país, 501Y.V2, mostrou “evasão substancial ou completa” dos anticorpos neutralizantes do corpo humano que têm como alvo o Covid-19.

“Esses dados evidenciam a perspectiva de reinfecção” e podem “prenunciar eficácia reduzida” das vacinas, segundo o estudo, que ainda não foi revisado por pares.

Outro estudo maior e mais generalizado de 43.000 pessoas com anticorpos Covid-19 no Qatar concluiu que a reinfecção é “rara” e que a infecção natural induziu forte proteção contra o vírus por pelo menos sete meses.

A variante sul-africana apresenta mais mutações genéticas do que as formas anteriores do vírus, incluindo a mutação E484K, que parece ter um impacto na resposta imunológica do corpo, aumentando potencialmente a probabilidade de reinfecção.

É responsável por mais de 80 por cento dos casos na África do Sul e espalhou-se para pelo menos 32 países em todo o mundo.

A África do Sul limitou severamente o lançamento da vacina AstraZeneca Covid-19 devido a preocupações de que ela não funcionasse contra a cepa e, em vez disso, está a priorizar o uso de outros vacinas, incluindo a produzida pela Johnson & Johnson.

Fonte:

https://www.rt.com/news/515422-who-south-africa-reinfection-covid/

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Atualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: