Posts recentes

As Injeções De mRNA São Na Verdade “Terapia Genética” Comercializada Como “Vacinas” 

O presidente da Divisão Farmacêutica da Bayer disse aos “especialistas” internacionais durante uma conferência de saúde globalista que as injeções de mRNA COVID-19 são, na verdade, “terapia celular e genética” comercializada como “vacinas” para serem aceites pelo público. 

Stefan Oelrich, presidente da Divisão Farmacêutica da Bayer, fez estes comentários na Cimeira Mundial da Saúde deste ano, que decorreu em Berlim de 24 a 26 de outubro e acolheu 6.000 pessoas de 120 países. Oelrich disse aos seus colegas “especialistas” internacionais da academia, da política e do setor privado que as novas “vacinas” mRNA COVID são na verdade “terapia celular e genética” que de outra forma teriam sido rejeitadas pelo público se não fosse por uma “pandemia” e marketing favorável. 

“Estamos a dar esse salto [para impulsionar a inovação] – nós, como empresa, a Bayer – em terapias celulares e genéticas… em última análise, as vacinas mRNA são um exemplo para a terapia celular e genética. Gosto sempre de dizer: se tivéssemos feito um inquérito há dois anos ao público – ‘estarias disposto a aceitar uma terapia celular ou genética e injetá-la no seu corpo?’ – provavelmente teríamos tido uma taxa de recusa de 95%”, afirmou Oelrich. 

“Os nossos sucessos ao longo destes 18 meses [a duração da ‘pandemia’ do COVID devem incentivar-nos a concentrarmo-nos muito mais no acesso, inovação e colaboração para disponibilizar a saúde para todos, especialmente à medida que entramos, para além de tudo o que está a acontecer, uma nova era da ciência – muita gente fala sobre a Revolução Biológica neste contexto, “, continuou o empresário. 

De acordo com o McKinsey Global Institute, a “Bio Revolution” é “uma confluência de avanços na ciência biológica e aceleração do desenvolvimento da computação, automação e inteligência artificial [que] está a alimentar uma nova onda de inovação. Esta Revolução Biológica pode ter um impacto significativo nas economias e nas nossas vidas, desde a saúde e agricultura aos bens de consumo, energia e materiais.” 

Além da terapia genética e de uma “revolução” biológica, Oelrich também mencionou o papel que a sua empresa tem, juntamente com outras instituições e figuras proeminentes, em impulsionar a contraceção nos países em desenvolvimento. 

“Temos que nos concentrar também naquilo que é socialmente responsável fora da Europa e garantir uma ação sustentável. Comprometemo-nos, no ano passado, a dar acesso à contraceção para mais de cem milhões de mulheres no mundo. Investimos 400 milhões este ano em novas instalações que se dedicam a produzir contracetivos de longa duração para mulheres em países de baixo e médio rendimento… Juntamente com Bill e Melinda Gates estamos a trabalhar mais de perto em iniciativas de planeamento familiar”, disse Oelrich, implicando que um dos métodos para alcançar um mundo “sustentável” é reduzindo os nascimentos e, posteriormente, reduzindo a população do planeta. 

As palavras de Oelrich ecoam uma agenda semelhante à do infame “Grande Reset”, um plano socialista radical desenhado por elites globalistas, reunido no Fórum Económico Mundial (WEF) em Davos, Suíça, uma vez por ano, que “procura ‘apertar o botão de reset’ na economia global”. 

No anúncio da iniciativa Great Reset, o WEF também creditou a “pandemia” covid-19 por colocá-los numa posição vantajosa para marchar em direção aos seus objetivos revolucionários globais. 

“Os confinamentos do COVID-19 podem estar a diminuir gradualmente, mas a ansiedade sobre as perspetivas sociais e económicas do mundo está apenas a intensificar-se. Há boas razões para nos preocuparmos: já começou uma forte recessão económica e podemos estar perante a pior depressão desde a década de 1930. Mas, embora este desfecho seja provável, não é inevitável”, escreveu o fundador do WEF, Klaus Schwab, em junho de 2020. 

Mas, “um lado positivo da pandemia é que mostrou a rapidez com que podemos fazer mudanças radicais nos nossos estilos de vida. Quase instantaneamente, a crise forçou empresas e indivíduos a abandonarem práticas há muito consideradas essenciais, desde viagens aéreas frequentes até ao trabalho num escritório”, acrescentou o economista. 

Tanto Oelrich como Schwab têm sido grandes defensores do uso generalizado das vacinas novas e experimentais mRNA COVID. Estas mesmas injeções, que só completam os ensaios clínicos em 2023, estão ligadas a milhões de feridos e dezenas de milhares de mortes em todo o mundo. 

Aparentemente em consonância com o objetivo da Bayer, WEF e da Fundação Gates de reduzir os nascimentos, muitos dos notáveis efeitos adversos da vacina COVID-19 também desempenharam um papel na redução dos nascimentos. Os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) relatam muitos casos de nados-mortos, hemorragia vaginal, irregularidades no ciclo menstrual e abortos ligados às vacinas. 

De acordo com um ex-vice-presidente da Pfizer, Dr. Michael Yeadon, as vacinas da COVID apresentam “um risco severo para a sua capacidade de conceber e carregar um bebé até ao fim”, e ainda pior, Yeadon diz que “[os riscos de infertilidade] são atos deliberados que acredito que quem o está a fazer está a mentir para o esconder e estão a difamar as pessoas que estão a tentar avisar sobre isso.” 

Pressionando ainda mais a agenda de controlo da natalidade, no início deste mês o Departamento de Estado dos EUA anunciou uma oferta de 5 milhões de dólares em fundos dos contribuintes para o programa de fornecimento de material do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), outra organização ligada a Gates, que ajuda mulheres de outros países a terem acesso a contracetivos, medicamentos indutores de aborto e dispositivos de “aspirador manual de vácuo” (MVA) que realizam abortos. Os “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” das Nações Unidas procura “Garantir o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e aos direitos reprodutivos”, que é a fraseologia geralmente usada para se referir ao aborto e à contraceção. 

Concluindo as suas declarações, o “pensamento global” Oelrich disse na cimeira que o sistema global de saúde “não se trata apenas de doar medicamentos, ou de dar medicamentos a um preço mais baixo. Também existe para ajudar a pôr isto em prática.” 

“Acho que esta pandemia também abriu os olhos de muitas pessoas para a inovação de uma forma que não era possível antes”, afirmou Oelrich. “Temos de garantir que o conhecimento que se cria nas nossas universidades, na nossa academia, seja traduzido… antes de entrar em publicações em papel ‘brilhante’, seja traduzido para patentes.” 

“Na minha visão vejo um esforço conjunto do governo, trabalhando lado a lado com as organizações científicas e a sociedade civil.”

Fonte:

https://www.lifesitenews.com/news/bayer-executive-mrna-shots-are-gene-therapy-marketed-as-vaccines-to-gain-public-trust/

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: