Posts recentes

O Que Acontece Quando A Morte Se Aproxima (Processos Mentais Imediatamente Anteriores À Morte)

O homem está sempre ocupado com pensamentos bons e maus e ações benéficas e prejudiciais. Enquanto está assim comprometido, a morte toca-lhe no ombro e então ele tem que deixar para trás a sua riqueza, propriedade e entes queridos e partir desta vida para sempre. Portanto, devemos saber a importância do tempo imediatamente anterior à morte e saber que devemos enfrentar a morte que se aproxima.

Parte 1 – As Quatro Causas Da Morte

Parte 2 – Casos De Morte Prematura

Parte 3 – Importância Do Último Minuto

Parte 4 – Como Surge A Consciência Do Renascimento

Conclusão

Parte 1 – As Quatro Causas Da Morte

A Morte Ocorre Por Quatro Causas, A Saber:

  1. Expiração Do Tempo De Vida.
  2. A Cessação Das Forças Kammicas.
  3. Combinação Duas Anteriores.
  4. Morte prematura devido à interrupção da força kammica, upacchedaka kamma.

Uma analogia adequada das quatro causas de morte é a extinção da chama de uma lamparina a óleo. As possíveis causas são:

  1. Esgotamento do combustível.
  2. A queima do pavio.
  3. Combinação de (1) e (2).
  4. Causa externa, como uma rajada de vento repentina ou um sopro intencional de alguém.

Causa 1 – Morte Pela Expiração Do Tempo De Vida.

Diferentes planos de existências têm diferentes tempos de vida. Neste plano humano, o tempo de vida varia de acordo com o kappa ambiental (ciclo mundial). Se o sistema mundial está a aumentar gradualmente, a expectativa de vida humana também aumenta até o infinito, enquanto o ciclo mundial decresce a vida humana chega a dez anos. Quando o Buda Gotama apareceu neste mundo, a idade máxima média era cem anos. Hoje é cerca de 75. As pessoas com kamma comum não podem exceder este limite máximo; apenas aqueles que nasceram com um kamma especialmente poderoso podem viver além dos 75 anos. A sua longevidade pode ser atribuída ao bom kamma passado e à medicina sobrenatural, como ‘rasayana’.

Durante a época do Buda Gotama, o Venerável Maha Kassapa e Ánanda, e Visakha, o doador do enorme mosteiro, viveram até os 120 anos; o Venerável Bakula Mahathera até 160. Essas pessoas tinham um passado nobre extraordinário. Pessoas comuns sem tal kusala kamma não viverão além da sua expectativa de vida de 75. A morte desse tipo é chamada de expiração da expectativa de vida normal – assim como o esgotamento do óleo apaga a chama de uma lamparina, mesmo que o pavio ainda esteja lá.

Causa 2 – Morte Pela Cessação Das Forças Kammicas.

As forças kammicas que conduzem a vida de uma pessoa apoiarão essa vida desde o estágio embrionário até o dia em que as forças deixem de existir. Existem também outros tipos de kamma que aumentam o princípio do kamma que sustenta a vida e, quando essas forças kammicas se exaurem, a pessoa morre, embora o seu tempo de vida ainda não tenha expirado. Portanto, se as forças kammicas cessarem aos 50 anos, essa pessoa morrerá apesar da sua expectativa de vida ser de 75. Isso é análogo a uma chama que se extingui devido ao pavio queimando, embora ainda haja óleo na lamparina.

Causa 3 – Morte Pela Combinação Duas Anteriores.

Alguns seres sencientes morrem devido ao término do tempo de vida e exaustão das forças kammicas, assim como uma chama se extingue devido ao esgotamento de óleos e pavios simultaneamente. Portanto, alguns podem viver até aos 75 anos, se tiverem o apoio das forças kammicas até essa idade. Os três tipos de morte acima são chamados de kala marana (morte oportuna).

Causa 4 – Morte Prematura.

A morte de Uppachedaka significa morte prematura ou morte não natural. Alguns seres sencientes estão destinados a continuar a viver desde que o seu tempo de vida e as forças kammicas os permitam. Mas se alguns atos malignos cometidos no passado repentinamente se concretizarem, os efeitos do kamma maligno farão com que eles tenham uma morte prematura. Esta morte é semelhante ao apagar das chamas por uma rajada de vento através do pavio e restos de óleo ou intencionalmente soprado por alguém. Tal morte é conhecida como morte devido a upacchedaka kamma, interrupção imediata por um poderoso efeito kammico maligno.

O Venerável Moggallana, numa de suas existências anteriores matou a sua mãe. Esse grande mal teve a oportunidade de se concretizar na existência como Moggallana; portanto, ele teve que sofrer o ataque de quinhentos ladrões antes de entrar em Parinibbána. O rei Bimbisara, numa de suas vidas anteriores, caminhou na plataforma do pagode usando sapato, Por este kamma mau ele morreu de feridas infligidas pelo seu filho na planta dos pés. Samavati e o seu séquito foram queimados até a morte porque eles, numa vida inteira, queimaram um Buda Pacceka enquanto ele estava absorto na meditação jhana. Quando ele levantou-se e foi encontrado vivo, Savamti e os seus companheiros atearam fogo nele novamente até a morte, temendo que as consequências dos seus atos malignos fossem descobertos. Há casos em que um forte akusala kamma causou mortes prematuras.

Alguns kammas malignos muito graves podem produzir efeito imediato. Dusi, o Mara, atirou pedras na cabeça do discípulo chefe do Buda Kassapa. Nanda, o demónio atingiu a cabeça do Venerável Shariputra. O Bodhisatva Khanti Vadi, o eremita, foi morto por ordem do Rei Kalabu. Todos eles, Dusi, Nanda e o Rei Kalabu, devido ao seu kamma maligno, foram engolidos pela terra em suas vidas atuais porque os seus atos hediondos produziram resultados malignos imediatos. Da mesma forma, aqueles que insultam ou humilham os pais, anciãos e superiores estão fadados a sofrer os efeitos do seu akusala kamma e morrer prematuramente, conhecidos como akala marana, antes de completar o seu período de vida.

Parte 2 – Casos De Morte Prematura

O continuum mente-corpo de cada ser senciente é acompanhado por más forças kammicas do passado. Essas más forças kammicas por si mesmas não podem produzir efeitos severos, suficientes para matar um ser. Mas quando o malfeitor, tendo inteligência ou conhecimento de como cuidar de si mesmo, deixa de preocupar-se com a sua saúde e vida diária, essas forças kammicas têm a oportunidade de trazer perigo ou morte para o indivíduo. Se, no passado, alguém passou fome, torturou, espancou, queimou, afogou ou atormentou outras pessoas, então essa pessoa terá o mesmo destino. Aqueles que torturaram outras pessoas no passado sofrem de doenças crónicas como asma, lepra, debilidade, etc. e viveram a sua vida miserável e infeliz para morrer subsequentemente dessas doenças. A negligência nos hábitos de vida de uma pessoa convida o mau kamma do passado a fazer efeito.

Fonte:

https://www.wisdomlib.org/buddhism/book/abhidhamma-in-daily-life-ashin/d/doc3168.html

Leitura Psíquica Com Graciano Constantino

Para mais informações e marcações clique AQUI

c700x420.v1

Graciano..jpg Graciano Constantino oferece tratamentos de Cura Energética. O tratamento pode ser feito pessoalmente ou a distância, normalmente através do Skype ou se preferir basta simplesmente uma foto recente de modo a facilitar a conexão. Actualmente vivendo em Turim – Itália, Graciano dedica uma parte do seu tempo na arte da cura, trabalhando com plantas e também animais. Saiba mais sobre Graciano Aqui

Para saber mais sobre a técnica visite: Cura de Pura Energia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: